Serra diz que mínimo de R$ 600 é “factível e importante”

Ex-governador afirmou que PSDB vai trabalhar para que mínimo seja reajustado para R$ 600, importante em época de inflação de alimentos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-governador de São Paulo José Serra disse nesta quarta-feira (9) que o PSDB vai trabalhar para que o salário mínimo seja reajustado para R$ 600.

“Um mínimo de R$ 600 é factível e importante, sobretudo numa época em que a inflação de alimentos está aumentando”, afirmou o ex-governador, que participou de reunião da bancada na Câmara, segundo a Agência Brasil.

De acordo com ele, se for convidado, irá ao Senado apresentar sua proposta para o novo mínimo, como foi sugerido pelo senador Itamar Franco (PPS-MG).

Aprenda a investir na bolsa

O governo aceita um piso de R$ 545 e deve enviar ao Congresso uma proposta de valorização do mínimo até 2014, a qual mantém as atuais regras com base na variação da inflação do ano anterior e no crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes. As centrais sindicais e a oposição falam em algo entre R$ 565 e R$ 600.

Fiscalização
Serra pediu à bancada que trabalhe unida e fiscalize de perto o governo da presidente Dilma Rousseff. “A oposição faz bem para o governo. Ela fiscaliza, denuncia erros, cobra promessas. Queremos uma oposição atuante e bem preparada”, comentou.

O ex-governador ainda sugeriu um novo mandamento ao partido: “Não atacarás seu companheiro de partido para não servir ao adversário”.