Reajuste

Salários no Brasil deverão crescer 7,5% em 2013

O crescimento é menor do que o incremento de 8% verificado neste ano e também é abaixo da média da América Latina

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As empresas brasileiras estão prevendo aumentos salarias de 7,5% em 2013. Segundo a Pesquisa de Tendências Salariais da ECA Internacional, esse valor é menor do que o incremento de 8% verificado este ano e também é abaixo da média da América Latina.

Para o gerente geral da empresa de gestão, Lauren Smith, embora a taxa na qual os salários aumentarão no Brasil no próximo ano seja menor, o reajuste ainda será acima dos observados nos últimos anos. “Além disso, embora a inflação signifique que em termos reais esses aumentos caiam para 2.6%, isso ainda é significativamente mais positivo do que a dois anos atrás quando foram observadas quedas em termos reais”.

Salário nas Américas
O estudo aponta ainda que os países latino-americanos terão as maiores médias salariais em 2013, com aumentos acima de 12% em média. As projeções indicam que a Venezuela verá os maiores aumentos dos salários, uma vez que as empresas do País preveem incrementos de até 28,1% no próximo ano. Porém, o impacto desse aumento será completamente erodido pela inflação, com uma taxa projetada de 28,9% em 2013. Com 23,5%, prevê-se que a Argentina terá o segundo maior aumento médio salarial no próximo ano.

Aprenda a investir na bolsa

As atuais incertezas econômicas na Europa e as persistentes preocupações com os EUA afetarão os aumentos salariais em termos globais. Um exemplo disso é que os menores aumentos na região serão concedidos a profissionais tanto nos Estados Unidos quanto no Canadá. Eles podem receber aumentos salariais de 3% em média – o mesmo que receberam este ano e em 2011.

Metodologia
A pesquisa baseia-se em informações coletadas junto a 322 empresas multinacionais em 65 países. Ela é usada por empresas internacionais para monitorar e referenciar os aumentos salariais concedidos por empresas nos mercados locais do mundo todo.

Acompanhe as cotações de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa
http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-imobiliarios/cotacoes