Salários de presidente e parlamentares podem subir para mais de R$ 26 mil

Atualmente, o presidente da República recebe R$ 11,4 mil, enquanto deputados e senadores ganham R$ 16,5 mil

SÃO PAULO – A Câmara dos Deputados e o Senado aprovaram, nesta quarta-feira (15), projeto de lei que reajusta os salários dos deputados, senadores, ministros, vice-presidente e presidente da República.

Conforme a proposta, o salário será de R$ 26.723,13 a partir do dia 1º de fevereiro, data em que os novos deputados e senadores tomam posse.

De acordo com a Constituição, os deputados e senadores são responsáveis por aprovar o reajuste dos parlamentares para a legislatura seguinte.

PUBLICIDADE

O presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP), será responsável por promulgar o projeto de decreto legislativo.

Reajuste
Segundo publicado pela Agência Brasil, atualmente, os deputados e senadores recebem R$ 16,5 mil. No próximo ano, os parlamentares poderão receber 61,8% mais, fora as vantagens que recebem.

Para o presidente da República, o reajuste seria de 134%, já que hoje ele recebe R$ 11,4 mil. Os ministros teriam um aumento de salário de quase 150%, pois hoje recebem R$ 10,7 mil.

Com esse reajuste, haverá um efeito cascata, já que os deputados estaduais e distritais recebem um percentual do vencimento dos parlamentares federais.

Além disso, com o aumento, deputados, senadores, presidente, vice-presidente e ministros passam a receber o mesmo salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e passam a receber o teto salarial.