Organize-se

Renda extra: 5 dicas para conciliar trabalho fixo e freelas

Busca pela renda extra passa pela necessidade de equilibrar as atividades  

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Manter freelas e trabalhos paralelamente a um emprego fixo já é comum, e a tendência é que essa busca cresça com a chegada da nova CLT e suas regras mais moldáveis de contrato de trabalho.

Mas manter várias atividades em paralelo não é tarefa fácil, e o profissional que optar por fazê-lo deve analisar muito bem as probabilidades e organizar ao máximo o tempo de trabalho para não se exaurir em demasia.

O CEO da plataforma WeLancer, Gustavo Mota, lista 5 dicas para auxiliar aqueles que buscam equilibrar a rotina de um emprego fixo com a maleabilidade dos freelas como renda extra. Confira:

PUBLICIDADE

Estabeleça suas prioridades

Faça uma escala com o que você deve realizar em determinado intervalo de tempo de acordo com o que é, de fato, prioritário ou mesmo urgente. Fazer uma checklistpode ser bastante útil para que você se organize e evite, assim, dedicar mais tempo ao que requer menos atenção no momento. Esse é um passo importante para que você mantenha o foco e não misture as duas atividades ou pior: sobreponha uma a outra.

Crie uma rotina para o trabalho como freelancer

Estabelecidas quais são as prioridades é hora de montar uma rotina para o trabalho como freelancer. Anote seus horários e dias livres. Depois separe uma quantidade de tempo que você pode e deseja dedicar aos jobs extras. Feito isso, passe a ter controle sobre seus compromissos e as datas de entrega de cada trabalho de maneira organizada, isto é, apenas em um único lugar. O interessante é que você também monte uma lista de atividades a serem cumpridas naquele dia específico para evitar que você postergue suas obrigações e cometa atrasos.

Saiba a hora de dizer não

Tenha em mente que determinados compromissos podem levar mais tempo do que você imagina, seja pela produção ou mesmo pela pesquisa envolvida em sua criação. Isso pode se tornar uma bola de neve quando há outras tarefas com prazos similares que também demandam atenção redobrada. Ou seja, você pode acabar atrasando ou entregando um job mal feito e isso afetará a qualidade do seu trabalho e a sua reputação. Por isso, mesmo que apareçam muitas oportunidades e diversos clientes lhe procurem, saiba dizer não e selecione apenas aqueles que você poderá honrar.

PUBLICIDADE

Negocie prazos

Pode ocorrer que um projeto não seja finalizado dentro do prazo estipulado. Nessas situações, não faça como alguns profissionais que entregam qualquer coisa apenas para dizer que fizeram sua parte. Converse com o contratante, explique e negocie o tempo de entrega do job para que ele saia igual ou melhor ao idealizado. Isso mostra que você é um profissional de confiança e que respeita o investimento do próximo no seu serviço.

Não descuide da sua saúde

Estresse, insônia, ansiedade e cansaço constante são só alguns dos efeitos do excesso de trabalho. Além disso, esse exagero acaba deixando outros aspectos da vida de lado, como os relacionamentos, a alimentação e o lazer, pela falta de harmonia entre vida pessoal e profissional. Portanto, é preciso que haja um equilíbrio entre eles e suas necessidades fisiológicas e sociais para uma vida mais saudável. Por isso, saia com seus amigos, vá ao cinema, leia um livro, exercite-se, durma 8 horas por dia regularmente, alimente-se bem, vá a um show da sua banda favorita ou passe o dia sem fazer nada, apenas descansando. O importante é que você não abra mão de aproveitar o seu tempo livre fazendo o que gosta e, claro, recarregando as energias.