Relator do Orçamento 2012 se reúne com aposentados e sindicalistas nesta segunda

O objetivo da reunião é discutir a proposta de aumento real de 11,7% para aposentados que ganham mais de um salário mínimo

SÃO PAULO – Nesta segunda-feira (7), o relator-geral do Orçamento de 2012, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), se reúne com centrais sindicais e entidades representativas dos aposentados para discutir o aumento real previsto para os aposentados que ganham acima do salário mínimo.

A política já existente determina que o salário mínimo seja reajustado com base na variação da inflação e do PIB (Produto Interno Bruto). Porém, conforme publicado na Agência Câmara, uma emenda ao projeto do Orçamento, apresentada por um grupo de parlamentares, reivindica reajuste equivalente à inflação mais 80% da variação do PIB de 2010.

Benefício para 9,1 milhões de aposentados
De acordo com um dos criadores da proposta, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o percentual seria de 11,7% a partir de janeiro. “Já temos a assinatura de um terço de deputados que apoiam a Emenda que cobra aumento real para os aposentados”, conta o também presidente da Força Sindical.

PUBLICIDADE

“É lógico que nós fizemos essa emenda para negociar, para que o governo possa abrir negociação e que a gente possa ter definido no Orçamento um aumento para os aposentados”, diz. “Essa é a expectativa desta reunião”.

O presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados Pensionistas e Idosos da Força Sindical, João Batista Inocentini, avalia que “a medida, que é uma forma de distribuir a renda, irá beneficiar 9,1 milhões de aposentados que recebem benefícios acima do piso nacional”.

De acordo com Paulinho da Força, os aposentados pretendem acompanhar a votação do relatório preliminar na quarta-feira (9).