RADAR INFOMONEY AO VIVO Veja como os analistas avaliam os impactos do ressurgimento de casos de Covid nas bolsas e na economia

Veja como os analistas avaliam os impactos do ressurgimento de casos de Covid nas bolsas e na economia

Profissionais de Exatas também precisam ter senso crítico, avaliam especialistas

Cada vez mais, o mercado de trabalho busca profissionais dinâmicos que tenham mais que conhecidos técnicos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Conhecer as habilidades técnicas necessárias para se dar bem na sua área de atuação não é mais a única exigência do mercado de trabalho para os profissionais da área de Exatas. Mesmo eles, que precisam ter sólidos conhecimentos teóricos, precisam de senso crítico para fazer a diferença.

Ao contrário do que muitos pensam, os profissionais que atuam com números, máquinas e tecnologia precisam manter-se atualizados e informados se quiserem aproveitar as oportunidades do mercado de trabalho. Ainda que existam muitas ofertas, não será qualquer profissional que ocupará as vagas.

Para o presidente da Curriculum, Marcelo Abrileri, não basta ser bom no que faz, é preciso que o profissional compreenda os impactos da sua parte sobre o todo. “Claro que para essas áreas, a questão técnica pesa mais. É até uma comparação injusta. Mas aquele profissional que tem uma visão mais global tem sido mais procurado”, afirma.

Aprenda a investir na bolsa

Mundo globalizado
“Com os avanços tecnológicos e científicos, que geraram a globalização, não podemos deixar de pensar que a necessidade do mercado é encontrar profissionais flexíveis e pró-ativos, para que possamos atender todas as exigências dos dias atuais”, completa a consultora de Recursos Humanos da Catho Online, Daniella Correa.

Para ela, o mercado procura tanto profissionais da área de Exatas que sejam mais técnicos como aqueles mais generalistas. “O perfil generalista ganhou significativo espaço no mercado de trabalho e hoje é muito apreciado o profissional que tem conhecimento em diversas áreas e possui flexibilidade para novas situações”, completa. E sem esquecer de manter o lado técnico aguçado.

Necessidade
E por que, mesmo em áreas muito técnicas, é preciso atentar para o senso crítico e para uma visão mais global da área de atuação? Porque para acompanhar todas as mudanças que ocorrem constantemente, as empresas precisam de novas soluções e estratégias para ganhar mercado.

“As empresas passaram a ter uma visão estratégica, tecnológica e de sustentabilidade para atender toda a necessidade do mercado consumidor e, para isso, necessitam de colaboradores que atentem a essas tendências, por meio da especialização, fluência em idiomas e realização de cursos de aprimoramento profissional”, ressalta Daniella.

Além de tudo isso, Abrileri ressalta que a criatividade segue sendo, cada vez mais, um requisito, mesmo nas áreas de Exatas. “Para sair fora da caixa, é preciso conhecer bem a caixa”, avalia o presidente da Curriculum. Para ele, só se destaca o profissional que tem a visão do todo, mas sabendo exatamente o que é preciso fazer.

E como sair fora da caixa?
Para chamar a atenção do mercado, os profissionais da área de Exatas devem ter a capacidade de fazer correlações entre sua área e o que está acontecendo com o mundo. E, para isso, eles precisam estar bem informados. Munidos de conteúdo, os profissionais de todas as áreas conseguem sair na frente e ter um diferencial. 

PUBLICIDADE

Com informação, o profissional consegue se tornar ponto de referência na empresa. “Você se torna alguém bem mais aberto e com muito mais possibilidade de interagir com outros da companhia. Mas não se esqueça: o principal conhecimento que você deve ter é relacionado à sua área de atuação”, atesta Abrileri.