Primeiro emprego: será que é hora de comprar um carro?

Pense na possibilidade de não adaptação, nos gastos mensais com o veículo e se não existem outras alternativas mais viáveis ao seu orçamento

SÃO PAULO – Desde o começo da faculdade você sempre pensou em conseguir um estágio. Esta seria a melhor forma de conhecer a carreira que pretendia seguir e de ter uma renda “extra”. Como desejado, você conquistou este primeiro emprego.

A empolgação, no entanto, deve ser controlada. Existem pontos a serem pensados e, o primeiro deles, diz respeito à forma como você irá à faculdade e ao local de trabalho. Será que é chegado o momento de comprar um carro?

Momento de experiência

Logo que consegue um emprego, não existe nenhuma evidência de que se adaptará ao ambiente e às atividades a serem realizadas. A certeza de que o resultado será positivo diminui quando diz respeito a um estágio, já que a teoria tida na faculdade pode ser bem diferente da prática, e desiludi-lo.

PUBLICIDADE

Por este motivo é que contrair dívidas logo que consegue um emprego não é aconselhável. Você terá recursos suficientes para pagá-las? A mesma dúvida é válida para o financiamento de um carro. Se seu emprego não é estável, evite arriscar suas finanças somente por causa deste sonho.

Veja outras possibilidades

Não é somente porque deixará de comprar o carro que deve se desesperar. Existem outras alternativas mais viáveis e que não comprometerão seu salário. Elas ainda podem fazer com que se integre melhor com os colegas.

Existe a possibilidade de ir de ônibus ao trabalho? Receberá vale-transporte? Conseguirá alguma carona? Todos estes pontos devem ser levantados. Estas alternativas também devem ser consideradas para casos de seu carro quebrar.

Ainda quer comprar?

Se mesmo depois destes argumentos você optar por comprar, sempre tente primeiro a compra à vista. Junte por alguns meses e somente depois pague, ou então poderá pagar juros que farão com que o preço final aumente significativamente. Para comprar desta maneira, o melhor é fazer seu dinheiro crescer, já que sua renda ainda é baixa. Invista.

Caso resolva comprar, saiba que o carro ainda exige gastos mensais, como com seguro e sazonais, como com IPVA. Seu orçamento está preparado para isso?

Veja um exemplo na tabela abaixo. As contas assumem um custo de R$ 2,40 por litro de gasolina e R$ 1,35 por litro de álcool. Com um consumo de 10km/litro com a gasolina e 8km/litro com álcool, serão gastos R$ 192 e R$ 135 por mês, para rodar cerca de 800 km.

Além disso, é necessário pensar na contratação do seguro, estimado em 3% do valor do carro, e no IPVA, de 4% sobre o valor do carro. Isto sem falar no gasto com estacionamento, estimado em R$ 150 no mês e outros R$ 50 de gastos extraordinários.
























DespesasR$/mês
Valor de compraR$ 25 mil
Seguro (3%)R$ 62,50
IPVA (4%)R$ 83
Gasolina*R$ 192
EstacionamentoR$ 150
Manutenção e outrosR$ 50
TotalR$ 535,50

PUBLICIDADE

* Se o combustível utilizado fosse o álcool, o custo mensal cairia para cerca de R$ 473.