RADAR INFOMONEY Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Previdência: Presidente diz que reforma é difícil, mas tem que ser feita

Durante cerimônia de posse do novo ministro da Previdência Social, Lula pediu que se retome estudos para a reforma

SÃO PAULO – Após pedir ao novo ministro da Previdência Social, José Pimentel, que retome as atividades do grupo de trabalho para discutir a reforma da Previdência e resolver o déficit na área, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu que há dificuldades para se fazer a reforma no Brasil, mas reforçou a necessidade da mesma.

“Estou convencido que é difícil qualquer reforma da Previdência passar no Brasil ou em qualquer país do mundo. Temos que pensar em reforma para daqui a 30 anos, para garantirmos um novo patamar de benefícios para os trabalhadores que vão se aposentar ou requerer o benefício”, disse Lula durante solenidade de posse do novo ministro.

Reforma

Um dos principais desafios da Reforma da Previdência é modificar as regras nas concessões de aposentadorias e pensões. Dois projetos de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS) tratam do assunto e foram recentemente aprovados pelo Senado e encaminhados para votação na Câmara.

PUBLICIDADE

O primeiro faz com que o governo conceda de forma retroativa a 1º de março aumento real aos aposentados do INSS, aplicando o mesmo índice de reajuste concedido ao salário mínimo.

Já o segundo extingue o fator previdenciário como elemento para calcular o benefício do aposentado, mudando, assim, a forma de cálculo que dá origem às aposentadorias.