Oposição irá votar o salário mínimo de R$ 420

Lula afirmou que irá vetar qualquer reajuste acima de R$ 380, mas PFL e PSDB devem brigar pelo maior valor

SÃO PAULO – Luiz Inácio Lula da Silva deve enfrentar novas dificuldades com o salário mínimo. Depois de ter cedido às pressões e aprovado o novo valor de R$ 380,00, o presidente terá que lidar com a oposição, que almeja um mínimo de R$ 420,00.

Lula havia afirmado que seria demagogia aprovar um salário mínimo maior que R$ 380,00 e que vetaria qualquer medida nesse sentido. Os líderes da oposição na Câmara disseram que vão votar um reajuste maior.

PFL e PSDB

O deputado Rodrigo Maia, do PFL, afirmou que o presidente está sendo autoritário e comparou-o a Hugo Chávez, da Venezuela. Segundo ele, a atitude de Lula seria um desrespeito ao congresso, a quem cabe a decisão do reajuste.

PUBLICIDADE

Já o líder do PSDB, Álvaro Dias, afirmou que “demagogia é o governo aumentar o Bolsa Família e o número de beneficiados em ano de eleição”. Segundo ele, seu partido irá brigar por um salário mínimo de R$ 420,00, que era a proposta inicial dos sindicatos.