Entrevista

O que Marcel Telles aprendeu com Jorge Paulo Lemann e Warren Buffett

"Uma sorte absoluta foi que eu caí com um cara que eu admirei a vida inteira que foi o Jorge Paulo"  

SÃO PAULO – Sócio da 3G Capital junto a Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles chama de “sorte absoluta” o fato de trabalhar com uma pessoa que “admirou a vida inteira”. Como se não bastasse, acabou também ao lado do maior investidor do mundo, Warren Buffett, quando parceria entre a 3G e a Berkshire Hathaway culminou na compra da H.J Heinz.

Em conversa organizada pela Fundação Estudar, fundada também por Telles e Lemann, Telles diz não saber explicar como foi parar nessa posição, mas dá uma dica para o caminho. “Procure pessoas que sejam extraordinárias, que tenham a generosidade de não pegar o crédito, deixar os outros terem créditos e se desenvolverem”, diz.

Personalidade

PUBLICIDADE

Para ele, Buffett e Lemann são muito parecidos. “Eles em geral conseguem captar o que é essencial nas coisas. [Buffett] captou que todo mundo fazia a barba e comprou ações da Gillette 30 anos atrás. Ele tem uma cabeça muito simples no pensar, o Jorge também”, analisa.

A convivência com os dois também fez com que Telles percebesse a diferença entre pessoas comuns e pessoas geniais. “O não gênio pensa de uma maneira simplista; o gênio pensa de uma maneira simples”, crava. Confira o vídeo da entrevista: