Número de trabalhadores da construção civil bate novo recorde em novembro

Segundo SindusCon, foram abertas 23,7 mil vagas, elevando para 2,351 milhões o número de empregados no setor

SÃO PAULO – O emprego na construção civil do País fechou novembro com mais um recorde, registrando 2,351 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Em outubro, os 2,327 milhões de empregados do setor já era considerado como um número recorde. Na comparação entre os dois meses, o número de empregos cresceu 1,02%. 

De acordo com a pesquisa mensal do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e da FGV Projetos, somente no décimo primeiro mês de 2009 foram criadas 23,7 mil vagas no setor, número menor que as 30 mil vagas abertas em outubro.

Com o resultado, o setor contratou 266,3 mil empregados formais de janeiro a novembro de 2009. No acumulado do ano, a alta foi de 12,78%. Nos últimos 12 meses, contados até novembro último, 179 mil trabalhadores foram contratados, um aumento de 8,2% frente aos 12 meses anteriores. 

Para o presidente do sindicato, Sergio Watanabe, o resultado mostra que o setor está aquecido, já que novembro costuma ser um mês de poucas contratações. Com isso, ele espera que, neste ano, sejam contratados 180 mil trabalhadores no setor. 

Brasil
O levantamento também revela que, em novembro, o nível de emprego no setor da construção caiu apenas na região Centro-Oeste, onde 629 trabalhadores perderam seus empregos.

Por outro lado, todas as outras regiões do País registraram altas, frente a outubro, sendo que o Nordeste registrou a maior variação positiva, de 3,29%, com a contratação de 14.179 trabalhadores, conforme a tabela abaixo:

RegiãoVariação MensalNúmero de Vagas
Norte1,37%1.691
Nordeste3,29%14.179
Sudeste0,35%4.467
Sul1,29%4.133
Centro-Oeste-0,36%-629
Brasil (Total)1,02%23.771

Fonte: Sinduscon-SP

Em São Paulo
Ainda segundo o SindusCon-SP, somente no estado de São Paulo o número de empregos cresceu 0,78% em novembro, frente a outubro (+5 mil trabalhadores). Neste ano, a indústria paulista contratou 67 mil trabalhadores com carteira assinada – a expansão frente aos onze primeiros meses de 2008 é de +11,31%.

O número de empregados do setor paulista fechou novembro com 659,4 mil trabalhadores. Somente na capital paulista, 3,4 mil foram admitidos em novembro, um crescimento de 1% frente a outubro. Até novembro, 37,7 mil estavam contratados em São Paulo.

Considerando as regiões do estado, a que mais abriu vagas foi a capital, porém, a que teve a maior alta percentual foi Campinas, que obteve incremento de 1,26% em novembro. Por outro lado, Presidente Prudente registrou retração de 3,67%.

RegiãoVariação MensalNúmero de Vagas
São Paulo1,07%3.436
Santo André-1,08%-320
Campinas1,26%821
Ribeirão Preto0,31%111
Santos1,96%458
Sorocaba0,63%427
São José dos Campos0,57%359
Bauru-0,77%-181
São José do Rio Preto1,55%275
Presidente Prudente-3,67%-293

Fonte: Sinduscon-SP

PUBLICIDADE