Não conseguiu aumento? Veja como negociar e incrementar sua renda

Na hora da negociação, acalme-se; quando perceber que não conseguirá, pense em vantagens: elas também valem dinheiro!

SÃO PAULO – Depois de perceber que seu salário está menor do que as contas para pagar, você decide, finalmente, pedir um aumento para o seu chefe. No entanto, a resposta é a mais curta e simples possível: Não!

Diante desta situação, mantenha a calma. Isso porque a reivindicação implica que algo não o está satisfazendo dentro da empresa e que, se a companhia quiser retê-lo, terá que o agradar.

Outras possibilidades

É neste momento que você deve insistir em algum benefício. Aceite as razões de seu chefe para não lhe dar o aumento, o que mostrará maleabilidade e que você está preparado para negociar. Quem recua pode vencer adiante.

PUBLICIDADE

Isso não significa desistir do aumento no momento em que mais precisa de dinheiro, mas encontrar outras possibilidades de incrementar sua renda.

Tire proveito das vantagens

Não despreze nenhuma alternativa, pense que, enquanto você conversa, existe uma pilha de contas a serem pagas em sua casa. Seu chefe pode oferecer benefícios que, num primeiro momento, não parecerão vantajosos, mas que podem ser melhores do que o aumento.

Neste momento, não haja impulsivamente. Pense bem antes da escolha e, se possível, peça algum tempo para refletir a proposta feita pelo seu chefe. Mas não exagere, o que pode demonstrar falta de interesse de sua parte.

Como tirar proveito?

Pense numa possível redução da jornada de trabalho. Como isso pode lhe gerar renda? Utilize o tempo livre a seu favor e realize outra atividade remunerada.

Um tempo a mais de férias. Isso não significa descanso, mas sim mais atividade para você. Se o aumento de salário não foi possível, viajar também não será. Então por que não pensar num trabalho temporário: num comércio de algum amigo ou familiar, em eventos promocionais ou, até mesmo, sendo fiscal em vestibulares ou concursos públicos?

Se a negociação estiver ruim para você, o melhor é apelar. Calma, não pense que é para brigar com seu chefe ou pedir demissão. Exija o pagamento de determinadas despesas, como alimentação e o transporte que você gasta para ir trabalhar.

Essas vantagens, por mais baratas que sejam, poderão aliviar na hora de pagar as contas no final do mês. Pense que elas valem dinheiro e que é melhor sair com elas do que com a “mão abanando”.