Mensalidades escolares de 2011 devem refletir reajuste nos salários dos professores

Taxa de inadimplência também devem impactar valores das mensalidades escolares, segundo vice-presidente do Sieeesp

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O reajuste das mensalidades escolares para 2011 deve refletir o aumento dos salários dos professores e a alta da inadimplência, segundo informa o vice-presidente do Sieeesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo), José Augusto de Mattos Lourenço.

De acordo com ele, o salário dos professores de escolas particulares do estado de São Paulo deve ser reajustado em torno de 6,5% a 7%. Além disso, a proposta pedagógica também impacta diretamente nos valores das mensalidades.

“Ainda não temos o índice médio de reajuste, mas ele levará em conta a inadimplência, o aumento dos salários dos professores e funcionários, a proposta pedagógica, as inovações tecnológicas, entre outros”, disse Lourenço.

Aprenda a investir na bolsa

Inadimplência
De acordo com dados do Sieeesp, entre janeiro e setembro deste ano, a inadimplência nas escolas particulares do estado de São Paulo já somava 9,23%. O número é 0,50 ponto percentual ao acumulado no mesmo período de 2009, de 9,73%.

A região com maior índice de inadimplência no estado é Bauru, com 11,80%. Em seguida, aparecem São José dos Campos (11,79%) e São Paulo (11,18%).

As menores taxas, por outro lado, estão em Santos, na região do ABC, Presidente Prudente e Araçatuba com índices de 7,04%, 7,23%, 7,56% e 7,97%, respectivamente.