Mães poderão ter mais tempo de licença-maternidade. Use esse tempo a seu favor!

Ao invés de quatro meses, mães poderão contar com seis meses de licença. Neste tempo, planeje as finanças e dedique-se ao bebê

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As futuras mamães poderão contar com mais tempo durante a licença-maternidade. Ao invés dos quatro meses previstos por lei, tramita na Câmara dos Deputados um projeto que aumenta este tempo para seis meses.

No entanto, não são todas as mamães que têm este direito, já que o salário-maternidade é devido a todas as gestantes seguradas da Previdência Social, ou seja, àquelas que contribuem mensalmente para o Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS) como: empregada doméstica, trabalhadora avulsa, contribuinte individual e facultativa.

Saiba como usar este tempo a seu favor

Nos primeiros meses de vida, o bebê está em fase de adaptação com o mundo. Por isso, a mãe deve estar em contato direto com ele, já que representa a satisfação de suas necessidades, como comer e dormir.

Aprenda a investir na bolsa

É por causa disso que as mulheres devem usar este tempo da licença-maternidade para se dedicar ao bebê: ir ao médico e ter tempo disponível para dar assistência à criança. Neste momento, nada de pensar em trabalho, apenas em organizar sua vida, principalmente para quando voltar à rotina.

Planejamento

Com quem a criança irá ficar depois que você voltar ao trabalho: creche, familiares ou com uma babá? Depois de determinado isso, reserve um tempo para explicar a rotina do bebê e seus horários para a pessoa que a irá ajudar.

É preciso planejar o orçamento quando estiver em licença e, até mesmo, quando ainda estiver trabalhando. Isso porque o salário maternidade visa garantir à mãe uma renda mensal durante a licença compatível com o seu salário de contribuição, o que pode excluir possíveis benefícios (vale transporte, vale refeição) e premiações (comissões).

Por isso, no momento em que estiver trabalhando, faça uma reserva para não passar por nenhuma necessidade, muito menos seu bebê. Já quando estiver parada, planeje seu orçamento, afinal, virão mais gastos.