Lupi diz que Brasil criou 1,1 milhão de empregos em 2009

Número está acima das expectativas e foi possível devido a fatores como controle da inflação, aumento do mínimo e demanda interna aquecida

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, afirmou nesta segunda-feira (4) que o Brasil criou 1,1 milhão de empregos no ano passado, cerca de 350 mil a menos que em 2008.

Os empregos criados em 2009 só são maiores do que os do ano de 2003, quando foram oferecidas 645 mil novas vagas no mercado de trabalho.

Os números oficiais só devem ser divulgados na segunda semana de janeiro, mas o ministro adiantou os dados em entrevista que vai ao ar às 21h na TV Brasil.

Aprenda a investir na bolsa

Dados positivos
O ministro disse que o resultado está acima das expectativas, tendo em vista que 2009 foi um ano de crise e “surpreendeu a todos os pessimistas”.

Dentre os motivos que levaram à geração de empregos, ele citou o controle da inflação, o aumento do poder aquisitivo do salário mínimo e a demanda interna.

Além disso, ele citou setores que haviam demitido muito no auge da crise, mas que depois contrataram, bem como o comércio e os serviços. “A construção civil recuperou-se bem no fim do ano e a indústria, que começou 2009 muito mal, recuperou-se e vai começar 2010 muito positiva”, disse, segundo a Agência Brasil.

Para o ministro, em 2010, o Brasil criará 2 milhões de postos de trabalho.