Governo estuda conceder bolsa que engloba benefícios para manter nova classe C

De acordo com ministro-chefe da SAE, ideia é que a bolsa englobe benefícios já concedidos ao trabalhador

SÃO PAULO – O governo estuda conceder uma bolsa que engloba benefícios para manter os trabalhadores na nova classe média. A informação é do ministro-chefe da SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República), Moreira Franco.

De acordo com o ministro, que participou da edição desta quinta-feira (11) do Bom Dia, Ministro, a ideia é que a bolsa englobe benefícios já concedidos ao trabalhador, como o salário-família e o abono do PIS/Pasep, visando evitar a volta da população da nova classe média para a baixa renda.

“Precisamos estimular as pessoas que estão trabalhando. Precisamos não só criar um apoio ao desempregado, mas criar um apoio ao empregado para não só garantir seu emprego e melhorar a qualidade da sua formação profissional”, disse o ministro, conforme publicado pela Agência Brasil.

PUBLICIDADE

Classe C
Segundo dados da Pnad (Pesquisa de Amostra Domiciliar) recompilados pela SAE, na última década, 31 milhões de pessoas ingressaram na classe C, a chamada nova classe média, sendo que a renda familiar do grupo varia de R$ 1 mil a R$ 4 mil mensais.

O ministro informa que as medidas para impedir o retrocesso desta população estão sendo negociadas entre os ministérios da Fazenda, do Trabalho, da Previdência e Educação e, em pouco tempo, serão apresentadas à presidente Dilma Roussef.