Governo atualiza valor do salário mínimo para R$ 622 em 2012

Atualização ocorreu devido à revisão do INPC deste ano, de 5,7% para 6,15%, segundo ofício enviado ao Congresso

SÃO PAULO – O governo atualizou o valor do salário mínimo para 2012 de R$ 619,21 para R$ 622,73. O valor atualizado consta no ofício que o Ministério do Planejamento enviou ao Congresso nesta segunda-feira (21), com a atualização dos parâmetros econômicos utilizados na elaboração da proposta orçamentária do próximo ano.

Segundo a Agência Câmara, a diferença de R$ 3,52 deve-se à revisão do INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) deste ano, calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que reajusta o mínimo.

A proposta orçamentária foi elaborada com uma previsão de 5,7% de INPC. O número, somado à taxa de crescimento do PIB (Produto Interno Brasileiro) em 2010 foi de 7,5%, projetou um mínimo de R$ 619,21 no projeto original, o equivalente a um aumento nominal de 13,6%. No entanto, a atualização elevou a inflação para 6,65%. Com a mudança, o aumento nominal subiu para 14,26% frente ao valor atual do mínimo, que é de R$ 545.

PUBLICIDADE

Previdência
A projeção do aumento do INPC também impacta nos benefícios assistenciais e previdenciários, com valores iguais ou acima do salário mínimo. Para os benefícios da Previdência, a previsão de reajuste subiu de 5,7% para 6,3%, abaixo do INPC 2011.

A estimativa do governo é que os gastos Previdência Social para o próximo ano irão subir de R$ 313,9 bilhões para R$ 320,4 bilhões.

PIB
O governo reduziu de 4,5% para 3,8% o crescimento econômico para este ano, mas manteve o valor de 5% para o próximo ano. A produção industrial também apresentou expectativa de redução. Para 2011, a projeção cai de 2,95% para apenas 0,63%. Já para 2012, o percentual passa de 5,2% para 4,8%.

Outra redução acontece na taxa básica de juro, a Selic, que cai de 11,98% para 11,69% ao ano, em 2011,  e de 12,45% para 11,45% ao ano em 2012.

Ao contrário do PIB e da Selic, para a meta oficial de inflação, medida pelo IPCA, o gverno projeto aumento para os dois anos. Para 2011, a projeção passou de 6,43% para 6,62% e,  para 2012, a projeção passou de 4,9% para 5,25%.