Gasto com seguro-desemprego cresce 15,6%, em 2008

Ao todo foram gastos R$ 14,718 milhões. Cerca de 6,5 milhões de trabalhadores tiveram direito ao seguro-desemprego

SÃO PAULO – O MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) divulgou nesta última quinta-feira (22), que, em 2008, os gastos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) com seguro-desemprego foi de mais de R$ 14,718 milhões, o que denota um aumento de 15,6%, na comparação com o ano anterior.

Ao todo, foram segurados 6.528.812 milhões de trabalhadores com esse benefício.

Embora tenha havido uma expansão em números absolutos de segurados, a variação anual apresenta uma tendência de queda. Em 2007, a variação foi de 6,96%, ao passo que, no ano passado, ela ficou em 6,16%.

Perspectivas

PUBLICIDADE

O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, acredita que essa tendência de declínio pode ser reflexo da boa fase da economia que o País atravessou, antes do agravamento da crise mundial. Nesse período, houve crescimento do emprego com carteira assinada, evidenciado nos últimos anos do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

“O menor índice de desemprego
no Brasil, divulgado nesta última quinta-feira (22), é a prova de que o resultado do ano no emprego foi muito positivo. A avaliação é de todo 2008, e não apenas de dezembro. Pela primeira vez, o Brasil ficou abaixo dos 7% de de desemprego. Durante o governo Lula, foram criados mais de 10 milhões de empregos com carteira assinada no País. O Brasil tem hoje mais de 30 milhões de trabalhadores formais, recorde absoluto na história, e, em 2009, passaremos de 40 milhões”, comentou Lupi.

FAT

Em 2008, a receita do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) cresceu 20,4% ante o ano anterior. As contribuições chegaram a R$ 35 milhões, superando a projeção inicial de R$ 34,7 milhões.

O principal responsável pelo aumento da receita foram as contribuições ao PIS/PASEP
(Programas de Integração Social), com R$ 25,04 milhões. Em seguida, aparecem as remunerações de aplicações (R$ 9,39 milhões) e as contribuições sindicais, com R$ 205 mil. Hoje o patrimônio financeiro do FAT é de R$ 154,45 milhões, valor 11% superior ao registrado no ano passado.