Férias de julho: emprego temporário pode ser a saída para o seu orçamento

Cerca de 18 mil vagas foram disponibilizadas para esta época, sendo que a grande maioria está no segmento de lazer e turismo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Quem está desempregado no momento ou simplesmente quer incrementar sua renda pessoal pode aproveitar o mês de julho para arranjar um trabalho temporário.

De acordo com o diretor de Comunicações da Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem), Vander Morales, 18 mil vagas formais foram disponibilizadas nos segmentos de lazer e turismo este ano.

É preciso correr

No entanto, Morales informa que boa parte destes postos de trabalho – em parques temáticos e de diversão, clubes, hotéis, pousadas, restaurantes etc – já estão ocupados. Por conta disso, quem quer conseguir uma vaga deve correr contra o tempo.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo ele, 35% dos empregos estão no Rio de Janeiro, por conta dos Jogos Pan-Americanos, que terão início no próximo dia 13. Outros 25% são encontrados em São Paulo.

E apesar da taxa de efetivação (10% em média) ser menor do que a do final do ano, quando cerca de 35% dos temporários são contratados, os empregados não precisam desanimar, já que podem ser chamados pelas empresas em outras ocasiões, caso desempenhem um bom trabalho.

Fique atento aos seus direitos

Conforme orienta o diretor da Asserttem, o funcionário temporário tem os mesmos direitos do efetivo, como salário equivalente, jornada de oito horas, repouso semanal remunerado, férias proporcionais, 13º salário e proteção previdenciária.

As exceções são o aviso prévio e o recebimento da multa de 40% sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Além disso, é importante saber que o contrato temporário pode ser feito por até 90 dias, sendo renovável por mais 90.

De acordo com Morales, os trabalhadores devem prestar atenção aos golpes e nunca pagar nada (processos seletivos, testes etc) para conseguir uma vaga.