Executivos brasileiros já receberam R$ 1,160 bilhão em bônus neste ano

Segundo pesquisa da Towers Watson, apenas 4,5% dos entrevistados não receberam qualquer tipo de incentivo

SÃO PAULO – Neste ano, as empresas distribuíram mais de R$ 1,160 bilhão em incentivos aos seus executivos, mostra pesquisa realizada pela Towers Watson. 

De acordo com o levantamento, caso todas as empresas e executivos tivessem alcançado plenamente todas as metas, o montante a ser distribuído seria de R$ 1,196 bilhão. Dessa forma, considerando a relação da meta com as realizações, o bônus pago aos executivos representa 97% da meta.

As metas
No ano passado, o bônus alcançou 96,2% da meta. Do total de executivos entrevistados, apenas 4,5% não receberam qualquer bônus neste ano. Já 16,9% conseguiram alcançar 75% da meta e 10,9% alcançaram 100% da meta. Uma parcela menor, de 3,9%, conseguiu atingir duas vezes a meta, como mostra tabela.

Distribuição do bônus pago em relação à meta 
Meta % de executivos 
0%4,5%
25%2,8%
50%6,9%
75%16,9%
90% 11,9%
100%10,9%
110%14,6%
125%7,6%
150%11,1%
175%5,9%
200% 3,9%
mais de 200% 3%

PUBLICIDADE

Benefícios
Entre 2009 e 2010, os benefícios concedidos aos altos executivos brasileiros não sofreram alteração. Segundo o levantamento, 100% dos altos executivos recebem assistência médica, ao passo que apenas 22% têm direito à motorista.

O seguro de vida é concedido a 97% dos alto executivos, enquanto que a assistência odontológica é benefício para 94% deles. A Previdência Privada é concedida a 79% dos executivos brasileiros, ao passo que o direito ao automóvel e ao vale refeição é dado a 78% dos profissionais, cada.

Benefícios como check-up, restaurante e vale alimentação são concedidos a 60%, 47% e 46% dos altos executivos brasileiros. De acordo com o levantamento, as negociações de contratos com fornecedores continua sendo a forma utilizada pelas empresas para conter custos.

Automóvel, seguro de vida e assistência médica
Na hora de conceder automóvel aos seus executivos, 92% das empresas designam o veículo para o profissional. Já 12% concedem esse auxílio em bônus e 9% financiam o veículo.

Considerando o seguro de vida, 50% das empresas repassam algum custo fixo ao empregado. Esse percentual era o mesmo no ano passado.

Já com relação à assistência médica, 50% das empresas têm custo fixo mensal com este benefício neste ano. No ano passado, porém, esse percentual chegou a 52%. Desse benefício, 28% do custo fixo mensal é repassado ao empregado.