Jack Ma

Ex-tradutor de inglês foi o ganhador de US$ 25 bilhões em 2014

Com 50 anos de idade, Ma teve uma vida complicada para chegar onde chegou - e continua sendo uma pessoa humilde, chegando a afirmar que o dinheiro lhe causa grande dor

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Ali Babá e os quarenta ladrões podem ter muito dinheiro para contar, mas é Jack Ma o sorridente do ano passado. O dono da gigante chinesa Alibaba ganhou US$ 24,8 bilhões, de acordo com o ranking da Bloomberg, em 2014 e foi o principal ganhador do ano – superando os bilhões ganhos por Bill Gates, Warren Buffett, entre outros nomes mais famosos. 

Ma, que agora tem uma fortuna de US$ 28,4 bilhões e ocupa a 21ª, nem estava na lista no final de 2013. Deve o “enriquecimento”, porém, para a abertura de capital de sua empresa na Nyse (New York Stock Exchange), levantando US$ 20 bilhões e se tornando o maior IPO da história de empresas de tecnologia. 

Com 50 anos de idade, Ma teve uma vida complicada para chegar onde chegou – e continua sendo uma pessoa humilde, chegando a afirmar que o dinheiro lhe causa grande dor. Ele nasceu em setembro de 1964 em Hangzhou, no leste chinês. E teve a sorte de pegar justamente a abertura do país aos estrangeiros ocidentais, em 1972. 

PUBLICIDADE

Ele logo aprendeu inglês, sozinho, aos 12 anos de idade – ao ouvir os programas de rádio da Voice of America, depois se tornando guia de turistas para praticar seu inglês. Ele logo se candidatou para entrare na faculdade, a Hangzhou Normal College, mas foi recusado duas vezes. Na terceira, passou e se formou. Na época, recebia um salário mensal de US$ 15.

Até 1995 quando tudo mudou. Ma virou intérprete para empresários chineses e americanos e visitou os Estados Unidos. Lá, encontrou um computador pessoal pela primeira vez, em Seattle. Logo, Ma estaria imerso neste novo mundo.

Ao voltar para a China, conseguiu uma conexão discada e um computador, chamando seus amigos para conhecerem a tal da internet. Por três horas e meia na casa de Ma, os amigos beberam, jogaram cartas e comeram, enquanto uma página carregava no computador. No final, apenas meia página carregou. O suficiente para Ma se encher de orgulho e resolver que aquilo seria sua nova profissão. 

Assim, criou a China Pages, que criava sites para pequenas empresas. Sem o sucesso que esperava, Ma teve que conseguir um outro emprego, desta vez na máquina estatal. Para sua sorte, foi quando conheceu Jerry Yang, co-fundador do Yahoo. Em 1998, Ma criaria a Alibaba.com, com US$ 60 mil de 80 investidores.

Pouco tempo depois, em 2002, a empresa já tinha 1 milhão de usuários. Ma então resolveu criar o Taobao.com, uma varejista online, e a Alipay, uma plataforma de pagamentos online. Em busca de um parceiro, ele vendeu 40% do grupo Alibaba por US$ 1 bilhão para o Yahoo, que estava em franca decadência por conta do Google.

Eventualmente, a parte do Alibaba detida pelo Yahoo se tornou mais valiosa que o próprio Yahoo. Os sócios se envolveram em uma controvérsia com a transferência da Alipay para uma empresa privada de Ma, que o Yahoo dizia que feria seu investimento. Chegaram a um acordo, em que Ma pagaria US$ 7,1 bilhões por 20% do Alibaba. Eventualmente, o Yahoo venderia ações no IPO, se desfazendo da sua parte na maior empresa digital da ásia.