Engenharia Civil: envolvimento em todas as etapas da construção

Gosto pelo trabalho ao ar livre, facilidade para o cálculo e planejamento compõem o perfil deste profissional

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Quem vive nos grandes centros urbanos nem precisa olhar muito ao redor para saber a quantidade de obras que o cerca. Entretanto, o que chama a atenção é a sua variedade: edifícios comerciais cada vez mais sofisticados, viadutos, pontes e outras obras fazem parte desta paisagem. Pois bem, em cada uma destas construções existe a atuação do engenheiro civil.

Seu trabalho consiste em acompanhar todas as tarefas que envolvem a construção, projetando e executando obras, determinando o local mais apropriado, definindo e coordenando equipes e examinando o solo. De olho na segurança, o engenheiro civil observa ainda as estruturas, equipamentos, padrões e prazos envolvidos.

Controle da qualidade

Aliado à segurança, o controle da qualidade de cada obra é uma preocupação constante deste profissional. Neste sentido, responde também pelas atividades voltadas à restauração de prédios, pontes, túneis, viadutos e estradas, reparando estragos causados pela ação do tempo.

Aprenda a investir na bolsa

Pensando na proporção de algumas destas obras e de quantas pessoas as utilizam por dia, fica mais fácil compreender a busca pela qualidade, pela segurança e precisão: são barragens enormes, edifícios altíssimos, metrôs e aeroportos!

Por trabalhar constantemente em contato com outros profissionais, a habilidade em atuar em equipe é requisito fundamental para compor o seu perfil, somado ao gosto pelo trabalho ao ar livre, habilidade para o cálculo e capacidade de planejamento. Isso sem falar no dinamismo e atenção ao detalhe.

Onde trabalhar?

Quanto ao seu campo de atuação, o engenheiro civil tem várias possibilidades: empresas de construção civil, escritórios de consultoria, empresas de materiais de construção, indústrias urbanas e administração pública.

Um dado curioso: em razão da habilidade com a matemática, torna-se cada vez mais comum a contratação de engenheiros civis para atuação em instituições financeiras.

Curso: cinco anos são apenas o começo!

O curso universitário de engenharia civil dura, em média, cinco anos. O primeiro ano é, geralmente, básico a todas as modalidades de engenharia, passando à escolha da especialidade somente no ano seguinte.

Entre as disciplinas, estão as consideradas “básicas”, como matemática, física, química, computação, mecânica, eletricidade, ciência dos materiais e do ambiente. Já as matérias profissionalizantes abordam composição e resistência dos materiais, mecânica dos fluidos, teoria das estruturas, além de hidráulica, saneamento e topografia.

PUBLICIDADE

Mas o tempo sobre os livros não termina aí. Para aumentar as chances de conseguir um emprego, a especialização é sempre indicada. Opções não faltam: edificações, construções de rodovias, aeroportos, ferrovias, pontes e viadutos, construção de túneis, mecânica de solos, obras sanitárias e hidráulicas.