Em sete anos, rendimento dos trabalhadores aumentou 14,3%

Segundo IBGE, o rendimento médio real dos trabalhadores das regiões metropolitanas passou de R$ 1.181,90 para R$ 1.350,33

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O salário dos trabalhadores aumentou 14,3% em sete anos. Segundo estudo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2003, o rendimento médio real da população ocupada era de R$ 1.181,90. No ano passado, o valor passou a ser R$ 1.350,33.

Segundo a PME (Pesquisa Mensal de Emprego), divulgada nesta quinta-feira (28), todas as regiões metropolitanas estudadas apresentaram aumento no rendimento médio real da população ocupada entre 2003 e 2009.

Os destaques ficaram com as regiões de Belo Horizonte, Salvador e Rio de Janeiro, cujos aumentos dos rendimentos ultrapassaram os 19% no período.

Aprenda a investir na bolsa

Análise por região
Segundo a pesquisa, Belo Horizonte registrou a maior variação da média anual do rendimento real da população ocupada dos últimos sete anos, de 19,7%. Em 2003, os trabalhadores mineiros recebiam, em média, R$ 1.037,10. No ano passado, essa média ficou em R$ 1.242,16.

O Rio de Janeiro obteve a segunda maior variação no período, de 19,2%, ao passar de R$ 1.137,10, registrados em 2003, para R$ 1.355,79, verificados no ano passado. Em Salvador, os rendimentos saíram de R$ 924,51 em 2003 para R$ 1.100,82 – um aumento de 19,1%.

As outras regiões metropolitanas também registraram incremento no rendimento médio. Em Porto Alegre, a alta foi de 14,7% nos últimos sete anos e a renda dos ocupados fechou 2009 em R$ 1.294,82, contra R$ 1.128,40, registrados em 2003.

A região metropolitana de São Paulo apresentou alta de 12,6% no rendimento real dos trabalhadores no mesmo período, passando de R$ 1.334,14 para R$ 1.502,06 – o maior valor médio de 2009 na comparação com as demais regiões.

A menor variação dos rendimentos foi registrada em Recife (5,6%). Na capital pernambucana, o rendimento real dos ocupados passou de R$ 848,44 para R$ 895,9 – o menor valor médio do ano passado.