Dívidas e poupança são os destinos da segunda parcela do décimo terceiro

Segundo pesquisa da ACSP, mais de 50% dos brasileiros pretendem poupar ou quitar débitos com esta parcela do dinheiro extra

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Se boa parte dos brasileiros pretendia usar a primeira parcela do décimo terceiro salário para pagar dívidas (27,2%) e fazer compras (24%); na segunda parcela, o pagamento de dívidas divide com a poupança o destino do benefício.

Segundo levantamento realizado pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo), mais de 50% dos brasileiros pretendem pagar dívidas (26,5%) ou poupar o dinheiro (26,5%) da segunda parcela do abono natalino.

“Essa pesquisa mostra que, apesar de otimista, o consumidor está mais atento e consciente na administração do seu orçamento doméstico”, afirmou, por meio de nota, o presidente da Associação Comercial de São Paulo, Alencar Burti.

Aprenda a investir na bolsa

Dentre os entrevistados que pretendem poupar a segunda parte do décimo terceiro, as mulheres se destacam, com 30,2% delas, contra 25% dos homens. Por outro lado, na hora de pagar as dívidas, o resultado se inverte e os homens atingem 32,1%, enquanto as mulheres respondem por 20,9%.

Compras
Apesar das compras não estarem mais na prioridade dos brasileiros, 22,4% pretendem utilizar a segunda metade do décimo terceiro salário para a compra de presentes, sendo que, neste caso, a maior intenção está entre as mulheres (27,9% delas contra 17,9% deles).

Por classe de renda, o maior percentual foi verificado entre os consumidores da classe AB, com 30,8%; e por região, o destaque ficou com o Sul do país (38,5%).

O levantamento também constatou que uma parte dos brasileiros pretende viajar com a segunda parcela do décimo terceiro, 8,2% – percentual, aliás, maior do que o apurado em 2009, conforme mostra tabela a seguir:

Uso da 2ª parcela do 13º salário
2009 2010
Pagar dívidas22%26,5%
Poupar29,3%26,5%
Comprar presentes22%22,4%
Viajar4,9%8,2%
Não sabe14,6%12,2%