Despesas maiores que receita? Hora de planejar as finanças

Caso os gastos superem o salário, é tempo de repensá-los. Saiba diferenciar despesas desnecessárias das essenciais

SÃO PAULO – Quando o mês ainda nem terminou, mas o salário já está quase no final, é bom ficar alerta. Caso isso aconteça quase todos os meses do ano, é melhor você parar e planejar suas finanças.

O orçamento limita-se às despesas e à receita, o que parece muito simples escrito desta maneira, mas é muito complicado na prática. Um exemplo desta situação está no alto índice de endividamento que encontramos nas grandes cidades. O mais incrível é que pesquisas indicam que a maioria dos inadimplentes são pessoas que trabalham.

Este quadro mostra que, quanto mais se tem guardado no banco, mais se gasta. A frase “eu quero” ultrapassa o “eu posso” e acaba por fazer com que você fique no vermelho. No entanto, quando as despesas estão maiores que a receita, é preciso focá-las, para ver onde está o problema.

O que preciso

PUBLICIDADE

A primeira coisa a fazer antes de sequer pensar no seu orçamento, é imaginar que tipo de vida você leva e do que precisa. Estas coisas não podem simplesmente ser cortadas das despesas, já que é necessário ter uma alimentação saudável e se transportar para o trabalho.

Estes consumos devem constar rigorosamente no orçamento e quando receber o salário, eles devem ser rapidamente direcionados para estes gastos. Afinal, seus filhos não podem ser privados de irem à escola, nem você de ir ao trabalho e, muito menos, cidadãos não podem deixar de pagar os impostos.

O que eu quero

É neste grupo que você inclui desde seus maiores sonhos, como a compra da casa própria, uma viagem ao exterior ou de um carro mais novo, até a vontade de ir às festas e compra de jóias e roupas.

Estes itens se incluem nas despesas, entretanto devem ser separadas das coisas necessárias e não podem ser priorizadas. Por isso, pense calmamente antes de comprar por impulso. Tome como regra que os gastos que são feitos sem planejamento, quando não há tempo para reflexão, simplesmente não devem ser realizados.

Em muitos casos, é melhor o arrependimento por não ter comprado uma roupa em promoção do que ter dor de cabeça para conseguir pagar as contas.