Custo da construção civil sobe 1,47% em maio, segundo IBGE

Índice apurado é 0,68 ponto percentual maior que o registrado em abril; reajustes salariais de mão-de-obra incentivam aumento

SÃO PAULO – O Índice Nacional da Construção Civil (INCC), que mede os custos do setor em todo o País, registrou aumento de 1,47% em maio, levando a variação acumulada no ano para 4,16%.

A alta do mês é 0,68 ponto percentual maior que a verificada em abril (0,79%), e apenas 0,04 percentual ponto acima da apurada em igual período de 2004 (1,43%). Já na somatória dos últimos 12 meses, a variação foi de 10,93%.

O índice, divulgado nesta terça-feira (7), é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em parceria com a Caixa Econômica Federal.

Reajustes salariais puxam aumento

PUBLICIDADE

Em maio, o custo nacional por metro quadrado atingiu R$ 528,80, dos quais R$ 309,89 referentes a materiais de construção e R$ 218,91 relacionados a gastos com mão-de-obra.

Ao se considerar apenas o preço da mão-de-obra, a variação positiva do mês é de 2,48%, o que representa 1,81 ponto percentual acima da taxa de abril (0,67%). O resultado foi impulsionado pelos reajustes salariais em muitos estados do País. Na comparação anual, a elevação foi de 4,52% e no acumulado dos últimos doze meses, 7,72%.

Em relação aos materiais de construção, a parcela gasta diminuiu, passando de 0,86% para 0,77%. O acumulado no ano foi de 3,90% e, em doze meses, de 13,32%.

Regiões

O Sudeste e Centro-Oeste se destacaram em maio registrando as maiores altas em relação ao mês anterior. Na reião Centro-Oeste a variação foi de 2,47%, motivada principalmente pelos acordos coletivos do Mato Grosso do Sul (maior do País, em 4,68%), Goiás (2,88%) e Distrito Federal (2,81%). Já no Sudeste, o índice ficou em 2,15%, impulsionado pela variação no estado de São Paulo (3,03%).

Os demais resultados regionais do INCC ficaram todos abaixo da média nacional (1,47%): 0,87% no Norte, 0,82% no Sul e 0,51% no Nordeste. Isso aconteceu porque os reajustes de salário não foram tão significativos nestes estados.

Por regiões, os custos da construção ficaram assim distribuídos em maio: R$ 570,19 (Sudeste); R$ 530,02 (Sul); R$ 506,75 (Centro-Oeste); R$ 501,90 (Norte); e R$ 482,07 (Nordeste).