Construção civil: número de empregos cresce apenas 0,27% em outubro

Apesar da alta, nível de emprego desacelerou, já que, em setembro, foram criados 39.783 empregos e, em agosto, 42.191

SÃO PAULO – A construção civil brasileira contratou 5.905 novos trabalhadores em todo o país no décimo mês de 2008 e manteve leve saldo positivo (+0,27%) na criação de vagas no setor.

De acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira (12) pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo), embora ainda em crescimento, o nível de emprego desacelerou, uma vez que, em setembro, foram criados 39.783 empregos e, em agosto, 42.191.

“Nessa desaceleração, a crise tem uma responsabilidade apenas marginal. A principal razão é o início do período de chuvas, quando não se iniciam novas obras, com raras exceções. A partir de janeiro, o emprego costuma voltar a crescer”, explicou o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe.

Mais números de outubro

PUBLICIDADE

Ao fim de outubro, o total de empregados pelo setor no Brasil alcançou 2,194 milhões, o que representa o décimo recorde mensal seguido no número total de trabalhadores da construção civil desde dezembro de 2007.

Ainda segundo a pesquisa, no acumulado do ano até outubro, o setor incorporou mais 359 mil trabalhadores, um aumento de 19,6% frente ao número registrado em dezembro de 2007.

Se considerado o período de 12 meses, por sua vez, o incremento foi de 18,5% no décimo mês de 2008.

Resultados regionais

De acordo com os dados do sindicato, o Sudeste e o Sul registraram elevação nos postos de trabalho no décimo mês deste ano. Enquanto a primeira região apresentou alta de 0,53%, com a criação de 6.499 postos, a outra apresentou incremento de 0,3%, correspondentes a 891 vagas.

A região Centro Oeste, em contrapartida, perdeu 556 postos, o que representa decréscimo de 0,32% do contingente empregado.

Outra que também baixou o nível de emprego no setor foi a região Nordeste. Lá, foram dispensadas 692 pessoas.

São Paulo

Considerando o nível de emprego na construção no Estado de São Paulo, a pesquisa aponta que, frente ao nono mês de 2008, houve um incremento de 0,54% em outubro, ou 3.259 vagas a mais.

O destaque no nível de emprego entre as regiões do Estado ficou com Sorocaba, que empregou mais 1.140 pessoas no mês, uma alta de 1,74%. Já na região de Ribeirão Preto, ocorreram 178 novas contratações, 0,52% a mais que em setembro.

“São empreendimentos que já iniciaram suas obras ou que ainda serão construídos ao longo de 2009 e que precisam ser entregues dentro do prazo. Sendo assim, será preciso contratar”, destacou o diretor do SindusCon-SP regional de Ribeirão Preto, José Batista Ferreira.

Na capital paulista, por sua vez, foram contratados 2.192 funcionários, com a região apontando alta de 0,76% sobre setembro. No acumulado do ano, o crescimento foi de 18,5%, com a criação de 45,1 mil postos de trabalho.