Mercado de trabalho

Construção civil fechou mais de 100 mil vagas em dezembro de 2012

Segundo pesquisa da SindusCon-SP, o nível de emprego no setor recuou 3,02% em dezembro, em comparação a novembro de 2012

SÃO PAULO – O nível de emprego na construção civil brasileira recuou 3,02% em dezembro, na comparação com novembro de 2012. O 12º mês fechou mais de 101,7 mil vagas em todo o País. É o que revela a pesquisa mensal realizada pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), nesta terça-feira (5).

A tendência de desaceleração no ritmo de contratações é maior no comparativo com o mesmo mês do ano passado, uma vez que foram fechadas 83,9 mil vagas (-2,58%) em dezembro de 2011.

No acumulado de 2012, o número de contratações no setor aumentou 3,02%, um acréscimo de 95,7 mil novas vagas. Na comparação da média do emprego na construção em 2012 com a de 2011, o percentual ficou em 6%, sendo que o número de postos de trabalho em infraestrutura se elevou em 7,7% e no segmento imobiliário, 3%.

PUBLICIDADE

Segundo o presidente da entidade, Sergio Watanabe, o fechamento de postos de trabalho em nível maior do que o verificado sazonalmente em finais de ano reforça a necessidade de adoção de medidas para a recuperação dos investimentos. “Certamente a desoneração dos encargos previdenciários que o governo promoverá na construção a partir de abril deverá contribuir, mas ela precisa ser mais bem articulada para que todas as construtoras sejam beneficiadas, independentemente do tamanho da folha de pagamentos da empresa”, disse.

Números regionais
A construção brasileira empregou até o final de dezembro mais de 3,270 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Destes, cerca de 1,651 milhão estavam no Sudeste, 700 mil no Nordeste, 460,2 mil no Sul, 255,2 mil no Centro-Oeste e 202,8 mil no Norte. Neste mês, o emprego na construção registrou queda em relação a novembro em todas as regiões do País.

No estado de São paulo, o número de contratações caiu 2,18% em dezembro, com o fechamento de 18,5 mil vagas. A queda é mais acentuada do que a registrada em dezembro de 2011, quando foram fechadas 13,8 mil vagas (-1,73%).

Ao final de dezembro, as empresas paulistas somavam 832 mil empregados com carteira assinada. No mês, todas as regiões pesquisadas apresentaram queda no nível de emprego.