Construção civil cria mais de 16 mil vagas de trabalho em outubro

Segundo dados do SindusCon-SP, somente de janeiro a outubro, o nível de emprego no setor subiu 11,12%

SÃO PAULO – O emprego na construção civil do País apresentou crescimento de 0,51% em outubro, na comparação com setembro, o que equivale à contratação de cerca de 16.096 trabalhadores com carteira assinada.

Somente de janeiro a outubro, o nível de emprego no setor subiu 11,12%, com a contratação de 314,6 mil trabalhadores. Com esta expansão, o setor chegou a 3 milhões de empregados, segundo revelou a pesquisa mensal realizada pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e pela FGV Projetos e divulgada nesta quinta-feira (8).

Para o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, “a expressiva abertura de 314 mil novos postos de trabalho de janeiro a outubro comprova o crescimento robusto da construção em 2011”.

PUBLICIDADE

Brasil
O levantamento também indicou que, em outubro, o nível de emprego no setor da construção cresceu em todas as regiões do País. O Norte foi o destaque, com maior variação percentual, registrando alta de 1,66% na criação de empregos. Em seguida, aparecem Nordeste (+0,66%), Sul (+0,62%), Sudeste (+0,35%) e Centro-Oeste (+0,14%), conforme é possível avaliar abaixo:

Região  Variação Mensal    Número de Vagas  
Norte1,66%3.162
Nordeste0,66%4.311
Sudeste0,35%5.582
Sul0,62%2.694
Centro-Oeste0,14%347
Brasil (Total)0,51%16.096

São Paulo
O estudo apontou também as oportunidades de trabalho geradas em outubro no estado São Paulo. No estado paulista, foram mais de 2,9 mil vagas, elevando o contingente empregado a 809 mil trabalhadores com carteira assinada, também um recorde. No ano, foram contratados mais 62.003 (+8,29%) e nos últimos 12 meses mais 50.477 (+6,65%).

Somente na capital, foram contratados mais 690, o que representa uma alta de 0,18%. Com isso, o número dos empregados aumentou para 374,9 mil, igualmente um recorde. No ano foram criados 30,7 mil postos de trabalho (+8,92%).