Mercado

Conheça os 9 tipos de personalidades corporativas

Muitos profissionais se sentem desmotivados por suas personalidades não serem compatíveis com seus cargos atuais. Conheça os 9 perfis mais comuns

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Motivar seus profissionais pode ser o maior desafio para um líder. De acordo com um artigo publicado na Forbes, de Steve Faktor, muitos profissionais podem estar desmotivados por suas personalidades corporativas serem incompatíveis com seus cargos atuais.

Antes de promover a inovação é preciso entender os perfis de seus colaboradores. Assim, Faktor desenvolveu nove personagens para ajudar nesse gerenciamento de pessoas e, consequentemente, alavancar seus projetos de inovação. Tudo, é claro, com muito bom humor. Confira:

Bambi
“Quase todos os novos profissionais começam com os olhos brilhantes e felizes”, afirma Faktor. “Eles são novos discos rígidos prontos para serem preenchidos com dados. Você pode levá-los a fazer quase qualquer coisa. Eles andam em reuniões com sorrisos largos e um profissionalismo que praticou em entrevistas, na escola e na frente do espelho”, completa.

Aprenda a investir na bolsa

Estes profissionais estão ansiosos para agradar seus colegas de trabalho e gestores e anseiam aprender novas atividades e agarrar oportunidades.

Alfa
“Alfas amam esmagar a concorrência e jogar o jogo corporativo”, disserta o escritor. A identidade, autoestima e o status deste profissional estão ligados as conquistas no trabalho. Nos piores casos, podem até criar campos de distorção da realidade, onde a sua verdade se torna a verdade plena, o que pode soar autoritário aos outros funcionários.

Sobrevivente
Os sobreviventes podem ter cargos de chefia, mas não conseguem ter a liderança de um Alfa ou um Natural. Eles sabem como funciona o sistema e não gostam de se arriscar. “Não querem mudar o mundo, ao menos que seja uma coisa certa”, disse o escritor do artigo.

Já outros são mestres em manipulação e podem sobreviver a grandes reorganizações empresariais, por esse dom.

Soldado
Soldados são exímios jogadores. Diferente de se imporem com seus méritos, como os Alfas, eles buscam clareza e evitam ambiguidade em todas as decisões e relações corporativas. “Eles podem ser grandes em um projeto de gestão, processo de análise ou desenvolvimento profissional. Quando isso acontece, eles brilham e crescem, mas muitas vezes, há um teto para sua ascensão”, explica Faktor.

Pragmático
Para o autor, muitos são capazes ou talentosos, mas são geralmente céticos, analíticos e idealistas. Sua lógica pragmática os tornam menos suscetível a distorção da realidade ou da condição de seguidor inquestionável. Pelo contrário, sempre terão uma pergunta a ser feita. “Por causa dessa necessidade de propósito, eles podem ser mais difíceis de gerenciar – ou serem percebidos dessa forma”.

PUBLICIDADE

Natural
Naturais são ambiciosos e talentosos, mas exigem mais equilíbrio em sua vida. Eles podem ser tão eficazes como os Alfas, mas tendem a ser mais humildes e brincalhões. Eles entregam resultados e ganham a lealdade e respeito de seus pares e subordinados.

“Naturais são netwokers assíduos e constroem relações recíprocas. Eles ficam desmotivados quando medidas de sucesso não são claras ou quando as regras ou recompensas parecem injustas. Eles são muito mais intuitiva e bons para o desenvolvimento de talentos do que Alfas”, pontua Faktor.

Herege
Os hereges são um curinga para o especialista. Alguns são idealistas visionários e inovadores que podem mudar a sociedade ou o mundo. Outros simplesmente não gostam de regras e são difíceis de trabalhar. Estes profissionais têm quatro caminhos: 1) Ser abatido pelo sistema 2) Ter sucesso em trazer mudança e uma quebra de sistema 3) Deixar e tornar-se Richard Branson 4) Fugir de tudo para trabalhar em um call center em Peoria.

“Hereges visionários podem ser mais inebriantes e inspiradores do que qualquer Alfa. Embora eles não sejam os grandes líderes, o seu empenho e visão obterá o melhor de seus subordinados – contanto que mantenham o ritmo e continuem motivados”, analisa.

Trabalhador
Trabalhadores representam uma grande parte da população corporativa. Eles normalmente realizam o trabalho necessário para chegar ao que mais importa para eles fora do escritório, como comprar seu apartamento e uma viagem em família. “Trabalhadores não pretendem conquistar o mundo corporativo, mas eles são essenciais para o sucesso de qualquer empresa. É claro, o desempenho pode variar de extremamente eficiente para o frustrado e lento”.

Orgulhoso
Geralmente estes profissionais defendem com unhas e dentes suas empresas e o orgulho continua com o resto de sua vida. Seus escritórios são cheios de troféus, fotos e outras coisas que maximizam a empresa.

 

Acompanhe as cotações de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa
http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-imobiliarios/cotacoes