Em carreira / clt

PSD fará apelo para que Câmara vote MP trabalhista antes de terceirização

A MP 665 altera as regras do seguro-desemprego, seguro-defeso e do abono salarial

Câmara dos Deputados - Congresso
(José Cruz/ABr)

A liderança do PSD informou por meio de nota nesta manhã de quarta-feira, 15, que fará um apelo para que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vote os destaques do projeto que regulamenta a terceirização no País só após a apreciação da Medida Provisória (MP) 665, que propõe mudanças no acesso ao seguro-desemprego e ao seguro defeso, entre outros pontos, dentro do processo de ajuste fiscal.

 

"Reiteramos nossa bandeira em defesa do direito dos trabalhadores e entendemos que a MP 665 é de extrema importância para o desenvolvimento do País, especialmente no momento que atravessamos, lembrando que esta medida altera regras trabalhistas e previdenciárias", disse na nota o líder Rogério Rosso. A MP 665 altera as regras do seguro-desemprego, seguro-defeso e do abono salarial.

 

Contato