Características

5 coisas que a classe média não entende sobre os ricos

As pessoas que têm mais dinheiro agem diferentemente das que estão em classes mais abaixo; mas como?

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os menos abastados já imaginavam, mas a confirmação está aí: as pessoas ricas realmente pensam diferentemente da maioria, de acordo com Steve Siebold, autor do livro “Como os Ricos Pensam”.

A mente do 1%, porém, não funciona exatamente da maneira como se diz por aí. Dizer que os ricos são egoístas, sortudos ou outros adjetivos recorrentes não é o bastante para defini-los – e nem muito acurado.

Em coluna publicada pelo Business Insider, Siebold listou 5 características comuns a quase todas as pessoas que têm muito dinheiro – e que a classe média costuma ignorar.

PUBLICIDADE

1. Eles se sentem confortáveis no desconforto

Enquanto a meta da classe média em geral é atingir conforto – seja financeiro, físico ou psicológico, os ricos aprendem que, para acumular dinheiro, é necessário passar por desconforto e incertezas.

“Faça uma lista das cinco coisas que você precisa fazer hoje que são desconfortáveis mas ajudarão a construir sua fortuna financeira”, sugere o autor.

2. Eles têm sonhos com o futuro

Para Siebold, a maior parte das pessoas adota uma postura saudosista, enquanto os ricos acreditam que os melhores dias estão para frente, e não para trás. Essa postura otimista os ajuda a estabelecer metas – e alcança-las.

3. Eles são mais confiantes

PUBLICIDADE

Boa parte das pessoas pode chamar isso de arrogância, mas os ricos são seguros deles mesmos e acreditam muito em sua capacidade de realizar. Essa confiança em suas próprias habilidades faz com que cheguem mais longe com maior facilidade.

4. Para eles, dinheiro é liberdade

Enquanto os menos abastados acreditam que dinheiro é status, pessoas que criaram fortunas buscam acumular para tornar-se livres. “É impossível ser verdadeiramente livre sem riqueza”, escreve o autor. Quem tem dinheiro pode sair de um emprego desagradável, usar dos melhores tratamentos médicos e abrir negócios próprios, por exemplo.

5. Eles escolhem muito bem suas companhias

Riqueza atrai riqueza, naturalmente. “Nós ficamos parecidos com as pessoas com quem nos associamos”, escreve. “Pessoas com alto nível de educação formal gostam de estar ao redor da elite acadêmica”, exemplifica.

Para ele, passar mais tempo com pessoas ricas pode ajudar quem está na classe média a ficar mais rico também.