Conteúdo editorial apoiado por

Importação de fertilizante cresce 25% em setembro

Produção doméstica avança 9,7% no mês, mas tem queda de 11% no ano

Alexandre Inacio

Publicidade

A disponibilidade de fertilizantes no mercado interno segue em alta. Em setembro, as entregas no mercado doméstico cresceram 16,7% para 4,89 milhões de toneladas, conforme dados da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda).

No acumulado do ano, a oferta também é positiva. As entregas de somaram 33,5 milhões de toneladas entre janeiro e setembro. O desempenho representa um crescimento de 11,3% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Os dados da associação mostram que a produção brasileira cresceu 9,7% em setembro e alcançou 619 mil toneladas. Apesar do crescimento mensal, no acumulado do ano a indústria nacional registra queda na oferta.

Entre janeiro e setembro, a produção doméstica totalizou 4,99 milhões de toneladas. O desempenho representa uma retração de 11,3% em comparação ao mesmo período do ano passado.

A maior parte do fertilizante consumido no Brasil segue vindo do exterior. Em setembro, as importações dos produtos intermediários cresceram 25,3% e chegaram a 3,96 milhões de toneladas. Em nove meses, as compras externas se mantiveram praticamente estáveis em 27,57 milhões de toneladas, com modesto aumento de 0,1%.