Conteúdo editorial apoiado por

Conheça o prodígio que transformou o arremesso de dardos num esporte multimilionário

Aos 17 anos, Luke Littler faz milhões de pessoas assistirem a seus jogos na TV – e pode revolucionar um esporte que muitos consideram apenas um passatempo

Equipe InfoMoney

Luke Littler em ação durante sua última partida na Premier League dos dardos (Action Images via REUTERS/Matthew Childs)
Luke Littler em ação durante sua última partida na Premier League dos dardos (Action Images via REUTERS/Matthew Childs)

Publicidade

O jovem britânico Luke Littler ainda não tem idade para comprar um drinque ou dirigir um carro, mas ganhou já milhões de dólares e conquistou centenas de milhares de fãs nas redes sociais jogando… dardos.

O passatempo tradicional de bares ou casas de praia pelo Brasil é um esporte tradicional no Reino Unido, mas não muito popular – pelo menos até agora.

A vida do adolescente mudou no fim do ano passado, quando ele, de forma surpreendente, chegou na final de um dos principais campeonatos de lançamento de dardos do Reino Unido, vencendo adversários que tinham mais do que o dobro de sua idade.

Continua depois da publicidade

A final do torneio foi assistida por 3,7 milhões de pessoas no Reino Unido. Além de ter sido a maior audiência de um torneio de dados em todos os tempos, a decisão foi o programa mais assistido da história do canal esportivo Sky Sports, excluindo as transmissões de futebol.

Seja um dos primeiros a garantir ingressos para a NFL no Brasil com a XP. Pré-venda exclusiva com Cartão XP, aprovado em 24h!

Apesar de ter perdido aquela final, Luke Littler instantaneamente virou uma celebridade na Inglaterra. Seu Instagram passou de 4.000 para mais de 1 milhão de seguidores. Ele também virou ser figura frequente em talk shows, amigo de celebridades e foi recebido como estrela por jogadores do Manchester United, seu clube do coração.

Continua depois da publicidade

Neste ano, Littler disputou pela primeira vez a “Premier League dos dardos” na Inglaterra. Ele terminou a liga na liderança da fase de classificação e venceu o “mata-mata” em uma final disputada com um público de 14.000 torcedores numa arena de Londres.

Ele recebeu US$ 350 mil (R$ 1,848 milhão) de premiação por vencer a Premier League. Desde janeiro, ele já arrecadou US$ 825 mil (R$ 4,356 milhões). Somando com patrocínios e outros prêmios, a revista Forbes estimou que Littler ganhará mais de US$ 1,5 milhão (R$ 7,92 milhões) jogando dardos em 2024.

Luke Littler walks in before his final match na Premier League dos dardos (Action Images via REUTERS/Matthew Childs)

E vale lembrar que, por ser menor de idade, Littler não pode fazer propaganda de casas de apostas e bebidas alcoólicas, cujas marcas são as maiores patrocinadoras do esporte. Seu principal patrocinador é uma marca de roupas jovens.

Continua depois da publicidade

Sim, ele está longe de ser um dos esportistas mais bem pagos do mundo. Mas seus agentes e patrocinadores já conseguem vislumbrar que Littler faça com o lançamento de dados o que Tiger Woods fez o golfe há duas décadas: um garoto que transformou um esporte de nicho em um fenômeno popular.

Dirigentes das ligas de lançamentos de dados já falam em “efeito Luke Littler”, com aumento no valor de patrocínios e crescimento do público (e da audiência na TV) dos jogos. Mas ele parece não se importar muito com quanto está ganhando. “Eu realmente não me importo com negócios. Estou apenas jogando dardos toda semana e tentando vencer”, diz Littler, que ainda mora com os pais numa pequena cidade do noroeste da Inglaterra, onde passa a maior parte do tempo jogando Fifa e Fortnite.

“Tudo o que faço é pegar um avião, dormir, jogar dardos e relaxar”, afirma. “Mas estou feliz em dizer que o tornei o esporte um pouco mais popular”.