Em minhas-financas / planeje-suas-financas

Conheça 14 celebridades milionárias que perderam todo o seu dinheiro

Michael Jackson, Mike Tyson e Nicolas Cage são algumas das personalidades milionárias que já perderam tudo e foram à falência

SÃO PAULO – Por mais difícil que pareça, é comum que alguém perca toda a sua fortuna de milhões. O portal Business Insider fez uma lista das celebridades que foram da riqueza para a pobreza e, em alguns casos, conquistaram-na de volta.

1. Mike Tyson

O lutador de boxer acumulou cerca de US$ 400 milhões nos 20 anos de sua carreira. Ainda assim, em 2003 Tyson entrou em falência, com uma dívida de US$ 23 milhões que incluíam um divórcio de US$ 9 milhões, US$ 13,4 milhões de dívidas para a receita federal americana e US$ 4 milhões de impostos para as autoridades britânicas. Em 2013, o boxeador lançou uma autobiografia e seu programa de TV “Mike Tyson Misteries” já está indo para a segunda temporada.

2. Michael Jackson

Não se sabe o patrimônio exato de Michael Jackson na época de sua morte. Sua família afirmou que seus ganhos estavam estariam entre questionáveis US$ 40 e US$ 41 bilhões caso ainda estivesse vivo.

Em 2005, quando o cantor foi processado por abuso de crianças, promotores acreditavam que ele estava no limite da falência, com dívidas de US$ 300 milhões e gastos de US$ 400 milhões. Dizia-se que Michael Jackson era um milionário que gastava como um bilionário.

Os promotores do cantor tentaram usar a crise financeira que ele enfrentava como sua culpa na acusação de abuso de crianças.

Michael Jackson morreu em 2009 de uma parada cardíaca. Na época de sua morte o cantor ainda estava endividado e com uma turnê de volta programada, que poderia o livrar das dívidas.

3. Meat Loaf
O cantor Meat Loaf, vocalista da banda de mesmo nome, possui atualmente uma fortuna de US$ 25 milhões, longe do estimado de décadas atrás. Foi na década de 1980 que Loaf entrou em falência, após Jim Steinman – compositor de muitas das músicas de Meat Loaf – entrou com uma ação judicial contra o cantor. O ocorrido foi logo após o lançamento do CD “Dear Ringer”. O ultimo álbum do cantor foi lançado em 1993 e, desde então, ele atuou em alguns filmes, publicou uma autobiografia e lançou a série de TV “Vh1 Storytellers”.

4. Willie Nelson
O patrimônio líquido do cantor de country está estimado em US$ 25 milhões. No início da década de 1980, Nelson recebeu uma das faturas fiscais mais altas da história, de US$ 16,7 milhões, após investigações federais descobrirem que ele havia investido em um abrigo de imposto considerado ilegal pela receita federal americana.

Mesmo que seu advogado tenha negociado a dívida em US$ 6 milhões em dinheiro vivo, o cantor não conseguiu cobri-la e acabou ignorando-a, levando a receita federal norte-americana a apreender suas propriedades, incluindo seu rancho no Texas e sua guitarra, em 1990.

O cantor acabou fazendo um acordo único com a receita federal, no qual toda a renda de seu CD “The IRS Tapes: Who'll Buy My Memories," iria para sua dívida. Em 1993, ele conseguiu liquidá-la.

5. Dennis Rodman
Na época em que era um jogador da NBA, Rodman tinha um salário de US$ 27 milhões, sem contar seus contratos publicitários.

Quando saiu da NBA, o jogador lutava para pagar suas próprias contas. Ele não conseguia bancar as pensões de seus filhos, motivo pelo qual acabou no tribunal por dever US$ 809.000 à sua terceira esposa em pensões – além dos US$ 51.000 que também devia de apoio matrimonial.

No ano passado, Rodman entrou para uma clínica de reabilitação para tratar-se do alcoolismo, logo após uma viagem à Coreia do Norte para um jogo de basquete. Em setembro, ele afirmou retornar ao país para levar a luta livre profissional.

6. Cyndi Lauper
A atual fortuna de Cyndi Lauper está estimada em US$ 30 milhões. A cantora teve um começo díficil: passou quarto anos cantando e compondo para o grupo Blue Angel.

O álbum “Polydor” da banda, lançado em 1980, nunca decolou, o que levou Lauper à falência em 1981. Vestida de gueixa, a cantora cantou em um restaurante japonês e trabalhou no varejo antes de lançar seu álbum solo – e mais conhecido – “She’s So Unusual”, em 1983.

Em setembro do ano passado, Cyndi Lauper se juntou à cantora Sara Bareilles para gravar uma música para a campanha Shine a Light, que levanta fundos para pesquisa do câncer pediátrico.

7. MC Hammer
Em 1990, ano do lançamento de seu álbum “Please Hammer Don’t Hurt ‘Em”, a fortuna do rapper era estimada em US$ 33 milhões.

Seis anos depois, Hammer entrou com um pedido de proteção contra falência com um total de US$ 1 milhão de espólios e no mínimo US$ 10 milhões em dívidas. Alguns anos depois, em entrevista à Oprah Winfrey, ele afirmou que a dívida não era resultado de gastos desenfreados; “Eu contratei 200 pessoas em minha comunidade com o dinheiro, já que meu pagamento era de milhões de dólares em alguns meses”, contou.

O rapper agora investe em startups online e desenvolve aplicativos para o iPad. Em 2013, ele ainda devia cerca de U$ 800 mil em impostos atrasados à receita federal americana.

8. Francis Ford Coppola
Na segunda vez em que o diretor entrou com pedido de proteção contra falência, seus espólios estavam listados em US$ 52 milhões.

O diretor afirma que a maioria de suas dívidas era proveniente do filme “O Fundo do Coração”, que custou US$ 27 milhões e ganhou apelas US$ 4 milhões em bilheterias. Em 1992, quando entrou com o pedido, suas dívidas já eram de US$ 98 milhões.

Recentemente, Coppola foi o produtor executivo do filme “The Bling Ring”, dirigido por sua filha em 2013. O diretor também possui uma vinícola, reaberta em 2010, além de diversas boutiques de hotel.

9. Curt Schilling
Curt Schilling, antigo lançador da MLB (Major League of Baseball), nível mais alto do baseball profissional norte-americano, acumulou cerca de U$ 114 milhões ao longo dos seus 19 anos de carreira.

Ao aposentar-se, o jogador investiu US$ 50 milhões na fundação de uma companhia de vídeo game, e então perdeu toda a sua fortuna quando a empresa entrou em falência em 2012. Ele foi forçado a vender muitas de suas propriedades, incluindo sua casa de US$ 3 milhões em Massachusetts.

Após uma batalha de oito meses contra o câncer, o jogador voltou ao trabalho no ano passado como analista da ESPN, onde está até hoje.

10. Larry King
A fortuna de Larry King está estimada em US$ 150 milhões, embora não ganhasse tanto na época em que estava falido e trabalhando como anunciante de rádio em Miami.

O apresentador do talk show afirmou que estava “voando alto” na década de 1960, quando morava em Miami. Em 1972, foi preso por apropriação indébita e acusado de roubar US$ 5 milhões de seu parceiro de negócios. As acusações eventualmente foram retiradas, mas King lutou para conseguir encontrar um trabalho no meio jornalístico por muitos anos.

Em 1978, entrou em falência com uma dívida de US$ 352.000. Foi somente quando a CNN lhe ofereceu um talk show da madrugada em Washington, no mesmo ano, que ele conseguiu livrar se das dívidas.

O programa acabou durando 25 anos, o famoso “Larry King Live”.

Em 2010, King aposentou-se da CNN, mas ainda possui dois talk shows online e o “Larry King Now”, que é exibido em Ora.tv.

11. Nicholas Cage
Cage já foi um dos atores mais bem pagos de Hollywood, ganhando US$ 40 milhões por ano. Entre 1996 e 2011, o ator ganhou mais de US$ 150 milhões.

Entretanto, o ator possuia um gosto refinado – e caro. Ele desembolsou uma grande quantia de dinheiro em animais exóticos, jatos particulares, mansões e carros esportivos raros. Em 2009, o ator devia US$ 6,5 milhões de impostos e estava sendo processado por seu gerente de negócios Samuel Levin.Em 2012, Cage ainda estava pagando suas dívidas.

12. Marvin Gaye

A atual fortuna de Gaye está estimada em US$ 5 milhões. Em 1976, entretanto, o divórcio com sua primeira esposa Anna Gordy Gaye o levou à falência. Para cobrir os US$ 600.000 que deveria pagar sua esposa em pensões alimentícias, o cantor cedeu a Anna os direitos do seu álbum “Here, My Dear”.

Os problemas financeiros que tinha, assim como seu vício em drogas, acompanharam Gaye ao longo de toda a sua vida, mesmo ele continuando a gravar álbuns e fazer shows. O cantor até mudou para a Europa em 1981 para evitar ter de lidar com o serviço da receita federal norte-americana. Marvin Gaye morreu em 1984, com um tiro do próprio pai após uma discussão.

13. Floyd Mayweather
Em junho do ano passado, estimava-se que Floyd havia ganho mais de US$ 100 milhões apenas naquele ano. Atualmente, seu patrimônio é de US$ 295 milhões.

Entretanto, entrou em alguns problemas financeiros posteriormente: em 2009, ele omitiu um empréstimo de carro de US$ 167.000. Três anos depois, ele reivindicou US$ 61 milhões em falência local. A receita federal norte-americana afirma que Mayweather os deve US$ 50 milhões de impostos atradados e, no verão passado, foi relatado que o lutador estava procurando um advogado para pedir falência.

O jogador ainda continua lutando e ganhando US$ 75 milhões por ano.

14. Kim Basinger

A atriz entrou com o pedido de falência em 1991, com uma fortuna na época estimada em US$ 5,4 milhões.

Foi após retirar-se das filmagens do filme “Encaixotando Helena” que a atriz entrou em falência. A produtora Main Line Pictures a processou em US$ 8,1 milhões por quebra de contrato. Em um novo julgamento três anos após o ocorrido, Basinger havia liquidado US$ 3,8 milhões.

Desde então, a atriz apareceu em diversos filmes, incluindo “8 Mile” e “Celular”, além de ter assinado um contrato com a IMG Models. No final do ano passado, sua fortuna estimava-se em US$ 36 milhões.

Mike Tyson
(Wikimedia Commons)

Contato