Em mercados / bitcoin

Bitcoin recua 7% com reguladores colocando contra a parede uma das maiores exchanges do mundo

Com a derrocada neste começo de ano, moeda digital amarga queda de 50% desde sua máxima histórica

Bitcoin
(Steve Heap)

SÃO PAULO - Seguindo com o movimento de queda da última terça-feira (30), o Bitcoin recua 6,91%, cotado a R$ 32.670 às 12h14 (horário de Brasília) desta quarta-feira (31), conforme dados do Mercado Bitcoin, com os reguladores norte-americanos colocando contra a parede a Bitfinex, uma das maiores exchanges do mundo.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta

Segundo informações da Bloomberg, a CFTC (Commodity Futures Trading Commission), agência reguladora do mercado de futuros nos EUA, está investigando a corretora por conta do Tether, token que replica a variação do dólar, característica que acabou "abrindo os olhos" da comissão, como também pelo alto fluxo de negócios nos últimos tempos.

Por enquanto, ainda não foram divulgados os conteúdos da investigação, como nenhum dos lados se manifestaram sobre o assunto, mas, segundo a agência de notícias, Tether e Bitfinex teriam recebido uma ordem da CFTC no começo de dezembro obrigando as empresas a cooperarem enviando informações sobre transações envolvendo o token. Cerca de 2,3 bilhões estão em circulação, o que significa que a Tether precisaria ter a mesma quantia em dólares como reserva de valor.

Forte queda no ano
Com a derrocada neste começo de ano, o Bitcoin amarga queda de 50% desde 17 de dezembro, quando cravou topo histórico na faixa de R$ 70.000, mês em que muitos investidores estavam eufóricos com o lançamento dos contratos futuros da moeda digital nas bolsas de mercadorias de Chicago.

Contato