Em mercados / acoes-e-indices

"Rei dos dividendos" fatura R$ 59,6 milhões após empresa aprovar generosos proventos

Luiz Barsi Filho comprovou a eficiência de uma das principais estratégias defendidas pelo megainvestidor

SÃO PAULO - A última semana de julho foi bastante movimentada para os acionistas de Unipar Carbocloro (UNIP3; UNIP5; UNIP6). Entre segunda-feira (24) e sexta-feira (28), a empresa anunciou a suspensão da OPA (Oferta de Pública de Aquisição) dos papéis e aprovou dividendos generosos para seus acionistas, que fizeram a alegria do "rei dos dividendos": o megainvestidor Luiz Barsi Filho.

Aqueles que detinham em custódia os papéis da empresa até o fechamento da última quinta-feira (27) - data "com" - foram premiados por um dividendo de R$ 4,22270943 por ação ordinária e R$ 4,64498038 por papel preferencial classe "A" ou "B". O pagamento de 72,2% dos dividendos intermediários será efetuado a partir de 8 de agosto, enquanto os 27,8% restantes serão pagos a partir de 20 de dezembro, sem correção monetária.

Em todo esse processo, Luiz Barsi, que possui 17,80% das ações preferencias e 11,50% dos papéis ordinários da Unipar, segundo informações da B3, faturou R$ 59,6 milhões com os generosos proventos, comprovando o retorno de uma das principais estratégias do megainvestidor.

Com relação à oferta pública, o pedido de suspensão foi feito pela controladora da Unipar, a Vila Velha Participações, após o anúncio de que a fabricante de cloro e derivados vendeu sua fatia de 17,8% no capital da Tecsis Tecnologia e Sistema Avançado.

Luiz Barsi
(Rodrigo Paiva)

Contato