Juntas em família – e, por que não, nos negócios? 

Estas duplas de mãe e filha resolveram empreender lado a lado e mostram como a parceria pode dar certo:

A atriz e apresentadora Carolina Ferraz e sua filha, Valentina Cohen, empreenderam juntas para abrir a Cimples, marca de louças e utensílios domésticos. Em 2023, elas lançaram uma coleção de pijamas.

Creuza Aseka, de 63 anos, foi revendedora de produtos de beleza e fundou a empresa de dermocosméticos ASK, em 2023. Sua filha Gabriela Aseka se formou em medicina e atua da área de estética da empresa.

Susi Uhren, geógrafa e especialista em gerenciamento de resíduos, toca a Singular Ambiental ao lado da filha, Clara Uhren, responsável pela comunicação da empresa, que oferece soluções de sustentabilidade e gestão.

Regina Jordão começou com um investimento de R$ 40 mil para fundar a empresa de depilação Pello Menos. Para isso, contou com o suporte da filha, Alessandra Jordão. Hoje, a rede de franquias possui unidades em várias cidades.

Sócias há 10 anos, Roberta e sua filha Taís tocam juntas o SOS Educação, empresa de marketing de influência no setor de educação. Depois do divórcio das duas e durante a pandemia, o negócio cresceu mais de 100% com conteúdos para pais e educadores.

Conheça jovens profissionais que mudaram o rumo da própria carreira ao seguir os passos das mães e que hoje ajudam nos negócios da família