Stock Pickers

Vittia (VITT3): uma “novata” do agro que promete muito na Bolsa

Para Caio Lewkowicz, da Tarpon Capital, empresa de fertilizantes E produtos biológicos para o agro, é a companhia de maior potencial de seu portfólio

Por  Lucas Collazo -

A Vittia (VIIT3) é uma empresa de fertilizantes especiais e produtos biológicos para o agronegócio, um negócio nada comum atrelado a um dos setores mais tradicionais do Brasil.

A companhia realizou seu IPO no fim do ano passado, mas segundo Caio Lewkowicz, sócio e gestor da Tarpon Capital, o mercado ainda não entendeu tão bem o potencial que ela tem.

O segmento de biológicos no agro ainda é pequeno, bem menor do que os químicos. Mas essa diferença deve diminuir ao longo do tempo, não apenas por questões das tendências ASG (Ambiental, Social e Governança), mas também pelo próprio consumidor se preocupando com a procedência e processos na fabricação dos alimentos.

Além disso, como a empresa é um nome novo na nossa Bolsa, os investidores ainda não conseguiram dominar tão bem a tese do negócio. Isso faz com que o preço de suas ações não reflita seu potencial, segundo o gestor.

Obviamente, nem tudo é um “céu azul”: a tese de investimento em Vittia possui riscos, segundo Lewkowicz.

Um deles é a própria liquidez das suas ações na Bolsa – ou seja, seu volume de negociação ainda é baixo e, por isso, o investidor deve se atentar ao tamanho do seu investimento.

Para Lewkowicz, porém, a Vittia é a empresa com maior potencial de crescimento do seu portfólio.

Para entender mais e conferir o resultado do papo com Caio Lewcowicz no “Por que invisto em” do Stock Pickers, basta clicar aqui ou assistir ao programa no player acima.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe