Stock Pickers

Vale a pena investir em China agora?

Para Gabriela Santos, estrategista de mercados globais do J.P. Morgan, China tem que ser um investimento de longo prazo

No Coffee & Stocks de hoje, recebemos a Gabriela Santos, estrategista de mercados globais do J.P. Morgan Asset Management. Diretamente de Nova Iorque, a Gabi conversou com a gente sobre o que está acontecendo na China.

O mercado chinês está vendo um ano com muita volatilidade, sendo o pior mercado acionário global depois de uma correção de 30% desde as máximas desde fevereiro. Pra explicar essa correção, a Gabi pontuou que o mercado chinês é muito diferente do resto do mundo, e não está tão ligado ao ciclo econômico chinês. Ao invés disso, o mercado é muito mais relacionado ao ciclo de reformas e regulações, que é o caso nesse ano. E a China, na verdade, já passou por ciclos parecidos no passado.

Falamos também sobre os planos de médio e longo o prazo do governo, e como todas essas regulações estão ligadas à esses planos; as preocupações com a dívida da empresa Evergrande; e também sobre a estratégia de tolerância zero com casos de Covid-19 no país.

A Gabi reforçou que a China não é um investimento de curto prazo, mas sim de 5-10 anos, com pouca correlação com outros mercados e, como segundo maior mercado tanto de ações como de renda fixa, eles devem ganhar mais espaço nas carteiras.

Pra ver mais detalhes sobre as perspectivas da Gabi sobre investimentos em China, veja o vídeo completo!