Stock Pickers

Tático e “sem pressa”: como o fundo que nasceu no meio da crise lucrou em 2020

Fundo da Asset 1 nasceu no olho do furacão, mas tem performance de mais de 12% no ano.

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

“No Brasil, para cada ação da Bolsa existe uma gestora”. Essa é uma máxima que ouvimos bastante aqui no Stock Pickers, com algumas variações, mas sempre com ironia (hoje, há 430 ações na B3).

Marcello Siniscalchi, o convidado desta semana do Stock Pickers, não concorda com essa máxima, tanto que deixou o comando da gestora do Itaú, onde trabalhava desde 2002, para criar a sua própria, a Asset 1 (não é “um”, é “one”). “Não concordo [que existem assets demais]. Estamos só começando”, afirma.

Olho do furacão

O trabalho da Asset 1 começou em junho do ano passado, mas a primeira cota saiu apenas em abril de 2020. Sim, logo depois do início da crise do coronavírus, que fez o Ibovespa perder quase 40% do seu valor e o dólar chegar bem perto dos R$ 6.

Em abril, rentabilidade do A1 Hedge foi de 3,99% (a maior até hoje), e o acumulado do ano é de 12,26%.

“Nosso maior acerto ao longo desses seis meses foram os nove meses anteriores que nós ficamos construindo a empresa, deixando nossa pesquisa bem redonda. Quando a gente entrou em campo, o time estava pronto”, diz o gestor.

Para ouvir a conversa completa, é só clicar no play acima.