Stock Pickers

Sobre vieses cognitivos, China e a brasilização do mundo

Paulo Gitz explica os principais vieses cognitivos que atrapalham os investidores, a situação econômica e política da China e muito mais

IMPORTANTE: o Stock Pickers foi indicado ao prêmio de melhor podcast do Brasil pela “+Admirados da Imprensa de Economia, Finanças e Negócios”. Para ajudar o Stock Pickers a conquistar o bicampeonato desta premiação, clique aqui e vote em nós. É de graça e leva menos de 60 segundos.

(CONDADO DA FARIA LIMA) – Nascido em Aracaju, Paulo Gitz, CFA, Head de Equities na XP Advisory, se mudou para São Paulo para estudar na FGV e começou sua carreira no mercado com estágio em 2007 na GWI Asset Managemet – gestora que ficou conhecida após perdas gigantescas em 2011 e consequente fechamento dos 9 fundos administrados.

Mas Gitz voltou ao Stock Pickers, após participar de um Coffee Stocks, para falar sobre investimentos do ponto de vista de quem administra grandes patrimônios fora do país. Trabalhando na XP Advisory há pouco mais de um ano, Gitz está sempre de olho no mercado internacional e por isso nos deu uma aula sobre a situação atual do mercado chinês.

Além disso, falou sobre os principais vieses cognitivos que os investidores tem ao investir e como anda a economia americana num momento em que também se discute a questão do teto (da dívida) por lá.

Assista a conversa completa no player acima (ou clicando aqui). O episódio também está disponível no Spotify ou em qualquer plataforma de streaming.

Uma resenha mais completa sobre o episódio é enviada todo sábado na Newsletter Stock PickersPara recebê-la em sua caixa de email, clique aqui e colocar seu melhor email.