Stock Pickers

O Banco Central está certo, mas isso não basta, diz ex-BC

Para Carlos Viana, gestor da Asset 1 e ex-BC, juros estão no patamar certo, mas o fiscal precisa ajudar.

O cenário atual do Brasil, na visão do Head de Research da Asset 1, Carlos Viana, é delicado e binário. Para ele, o futuro do país será decidido com a aprovação ou não das reformas que impactam diretamente a questão fiscal.

Nesse contexto, Viana, diretor do Banco Central entre 2016 e 2019 (período em que a taxa de juros saiu de 14,25% para menos de 6%), e com passagem no FED de Nova York, acredita que o atual patamar de juros do praticado pelo Banco Central está certo, mas só isso não basta para o juro ficar baixo.

“Por um lado temos uma conjuntura de economia fraca: a recuperação está surpreendendo, mas a taxa de desemprego segue alta. Por outro, a inflação de curto prazo está bastante pressionada. Nesse contexto, se o fiscal ficar em ordem existe uma situação confortável para o Banco Central e ele deve sim manter o juro baixo”, explicou Viana no Coffee & Stocks de hoje.

Quer receber a Newsletter do Stock Pickers? Preencha o campo abaixo com seu nome e seu melhor email

Newsletter Stock Pickers
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Enquanto a entrevista acontecia foi divulgada a ata do Copom (Comitê de Política Monetária) demonstrando com mais clareza a preocupação do Banco Central com o desarranjo fiscal, algo que não estava no comunicado pós-decisão da manutenção da taxa de juros na semana passada.