Stock Pickers

Nem Suíça, nem Venezuela, em 2022 continuaremos sendo Brasil

Apesar da volatilidade política, para Bruno Marques, da XP, a economia brasileira deve seguir sua trajetória medíocre nos próximos anos

Por  Josué Guedes

(CONDADO DA FARIA LIMA) – Se você está preocupado (ou otimista) com 2022, temos um recado: o Brasil continuará sendo Brasil.

Sem grandes novidades, o país ano que vem apresentará um crescimento medíocre e terá a volatilidade esperada para um país Latino Americano em ano de eleições – nada que surpreenda os brasileiros e nem os gestores.

No mercado há mais de 2 décadas, Brunos Marques, gestor do XP Macro, veio ao Stock Pickers pela segunda vez e explicou que a falta de gatilhos para mudar o cenário de “mediocrização” do Brasil aliada a alta de juros irão refletir na economia fazendo com que nos próximos anos o país continue o mesmo dos últimos tempos.

Além do call acertado em março sobre o ritmo de vacinação, Marques está também com um desempenho acima da média em 2021 entre os fundos multimercado – o XP Macro está com retorno de 6,2%, quase o dobro do CDI no período.

Assista a conversa completa no player acima (ou clicando aqui). O episódio também está disponível no Spotify ou em qualquer plataforma de streaming.

Uma resenha mais completa sobre o episódio é enviada todo sábado na Newsletter Stock PickersPara recebê-la em sua caixa de email, clique aqui e colocar seu melhor email.

Compartilhe