Stock Pickers

Fundo XP Macro ainda está short em Brasil e projeta Selic a 9,25% em março

Apesar da piora nos mercados, fundo multimercado caminha para fechar setembro com ganhos de 4%, diz Fernando Genta, economista-chefe da XP Asset

arrow_forwardMais sobre

CONDADO DA FARIA LIMA – Nas últimas vezes que o Fernando Genta veio ao Coffee & Stocks, tinha sido para apresentar uma visão otimista (e bem fora do consenso) da XP Asset sobre vacinação no Brasil – cenário esse que se tornou verdade, felizmente.

Nesta quarta (29), Genta voltou ao Coffee & Stocks, mas para trazer uma visão bem menos otimista sobre o mercado. Não à toa, o fundo XP Macro estava com uma posição “short” (vendida, ou que ganha com a queda) em Brasil ao longo de setembro, o que resultou em uma performance bem positiva para o fundo apesar deste mês bem ruim para os mercados.

“Caminhamos para fechar o mês com ganhos de 4%”, disse Genta nesta manhã. Ele diz que a gestora já reduziu o tamanho desse short, mas segue com algo entre 5% e 10% do fundo “vendido” no Ibovespa e com uma posição comprada em dólar. Completam o portfólio posições “tomadas” em juros (apostando na alta dos juros) em países como Brasil e Chile.

Parte desse pessimismo se explica pelo choque de oferta cada vez mais perceptível no mundo todo, desde a falta dos semicondutores que está impactando a indústria automobilística até as notícias de racionamento de energia na China. “O que mais nos surpreendeu é o quanto está durando todos esses gargalos”, diz o economista-chefe da XP Asset.

O call mais emblemático é sobre Selic: ele projeta que o ciclo de alta do juro brasileiro dure até março e chegue em 9,25% ao ano.

Confira a entrevista completa no vídeo acima ou direto em nosso canal no YouTube.