Coffee & Stocks

Emergentes na pandemia: as posições de um gestor internacional em México, Chile e África do Sul

Com a vacinação avançando e a retomada da economia em vista, gestor internacional se volta para os mercado de juros nos países emergentes.

Hand is turning a dice and changes the direction of an arrow symbolizing that the interest rates are going down (or vice versa)
(Fokusiert/Getty Images)

As consequências da pandemia de covid-19 vão permanecer nas economias dos países por muito tempo, mas muitos gestores já se posicionam de olho na retomada da economia e na volta da inflação. É o caso de Daniel Tonholo, gestor do book internacional da Gap Asset.

Tonholo foi o convidado do Coffee & Stocks Macro desta terça-feira, onde explicou suas posições em México, Chile, Colômbia e África do Sul. “Com a perspectiva da retomada, estamos de olho na volta de algo que estava meio esquecido: a inflação”.

 As posições se dão por meio do mercado de juros. Tonholo explicar que estão tomados em juros (esperando que os juros subam) em três países do grupo, exceto o México, que ainda tem espaço para cortes. Para entender as teses de investimento, clique no play acima.

Deixe seu e-mail e receba a newsletter STOCK PICKERS toda semana!
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.