Stock Pickers

Dólar, juros e bolsa disparando ao mesmo tempo: quem é o mentiroso do mercado?

Para Mariana Dreux, gestora das estratégias macro da Truxt Investimentos, os três estão contando uma certa verdade.

arrow_forwardMais sobre

Após a alta do dólar, renovação de máxima do Ibovespa e a disparada dos juros futuros, precificando um maior risco de investir no Brasil, uma pergunta dominou o mercado na semana passada: qual dos três está mentindo? Rendeu até um meme no nosso Twitter.

Para tentar descobrir quem é o “mentiroso” dessa história, conversamos com Mariana Dreux, gestora das estratégias macro da Truxt Investimentos, sobre o cenário macro do Brasil no segundo dia de maratona Coffee & Stocks dessa semana.

Cenário Brasil

Com a chegada da vacina em um mundo de juros negativos e estímulos fiscais agressivos, o cenário global para ativos de risco se tornou extremamente favorável. Isso explica em parte o forte rali do final do ano das bolsas.

Aqui no Brasil, com a volta do fluxo para países emergentes, o Ibovespa também renovou máximas históricas, mas, por outro lado, a política continua nos fazendo lembrar que ainda não somos uma Suíça (apesar dos juros reais negativos).

Clique aqui e receba nosso conteúdo toda semana no seu e-mail
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Para Dreux, há muita incerteza no contexto político com as eleições dos presidentes do Senado e da Câmara e, além disso, a paralisia da agenda de reformas gerou muita decepção entre os investidores no final do ano.

“Nesse início de ano, com a volta da média móvel de mortes acima de mil por dia (batendo o pior momento da pandemia) no ano passado, acho que a discussão sobre a prorrogação do auxílio volta à tona e tem muita incerteza sobre qual a agenda, dependendo do novo presidente da Câmara, será tocada”, comentou Dreux sobre as incertezas do cenário Brasil.

Dólar, Ibov e Juros: Quem está mentindo?

PUBLICIDADE

“Olhando para os ativos no contexto atual (incerteza política), a resposta é que todo mundo pode estar contando uma certa verdade”, concluiu Dreux sobre a grande pergunta do mercado.

Na bolsa, Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e bancos (os três representam aproximadamente 40% do índice), no contexto de rotation (troca de ativos) e fluxo ajudam a explicar a alta de do Ibovespa com renovação de máxima histórica.

O dólar, que saiu de R$ 5 no final do ano passado para os atuais R$ 5,50, ao contrário da expectativa de muitos investidores, precifica atualmente um novo momento de incerteza.

E os juros, para Dreux, com uma reação impressionante (“voltou mais de 1 ponto percentual da semana passada para cá”) refletem a situação de fragilidade fiscal do país.

“Eu acho que a situação do fiscal do país explica esse movimento mais adverso na renda fixa. Temos uma situação em que, se a gente cumprir o teto de gastos nos próximos anos, num cenário de crescimento médio, só voltaremos a gerar superávit primário em 2025”, explicou Dreux sobre o estresse dos juros.

Se nenhum dos três está mentindo, qual deles diz a maior verdade?

Para Dreux, nenhum dos três está mentindo, pois há razões claras para o desempenho atual dos três ativos. Devido a sua maior preocupação com o cenário doméstico (eleições no Congresso e reformas) e a volta aos piores momentos da pandemia (o que pode afetar PIB e a popularidade do presidente), os ativos podem voltar a se correlacionar e isso significaria uma queda na bolsa junto com alta dos juros e dólar.

Acompanhe a maratona do Coffee & Stocks dessa semana no canal do Stock Pickers no YouTube.

Amanhã, às 8h, o Guilherme Giserman irá conversar com Ruy Alves, gestor de ações internacionais da Kinea Asset. sobre as bolsas americanas.

PUBLICIDADE

Entre no nosso canal no Telegram para não perder nenhuma novidade: Telegram Stock Pickers.