Stock Pickers

Debate sobre Selic: subir mais forte ou parar o ciclo de alta?

Convidamos uma economista e um gestor com opiniões diferentes sobre o rumo da política monetária do Brasil; confira como foi o debate

Por  Thiago Salomão -

(CONDADO DA FARIA LIMA) – Hoje é quarta-feira de Copom (Comitê de Política Monetária) e é quase unânime no mercado a expectativa de que a Selic subirá 75 pontos-base pela segunda reunião seguida, indo a 3,5% ao ano. Esse ciclo de alta deve perdurar em 2021, com a Selic indo até 5,5%, segundo a mediana da última medição do Boletim Focus..

Mas o Copom está na direção certa? Ou existe o risco de um “arrependimento” mais pra frente e interrompa o ciclo de alta na Selic? Para entender isso, o Coffee & Stocks trouxe dois convidados com opiniões diferentes sobre o tema.

Do lado “hawkish” (que espera um aperto na política monetária), recebemos Anna Reis, economista da GAP Asset, gestora que na reunião passada já trabalhava com um cenário de alta de 75 p.b. na Selic (o consenso do mercado na época era de uma alta de 50 pontos). Para esta reunião, no entanto, ela não espera uma nova surpresa na intensidade da alta, que deve ficar em 75 pontos, mas ela espera o tom mais “hawkish” no comunicado pós-reunião.

Já do lado “dovish” (que espera uma condução mais branda na política monetária), recebemos Guilherme Abbud, CIO e um dos fundadores da Persevera Asset. Ele concorda com a Anna que a Selic subirá 75 pontos hoje e que podemos ter uma comunicação mais dura do BC. Mas para o segundo semestre, Abbud acredita que o Copom possa “se arrepender de ter subido tanto assim os juros”.

Confira os 30 minutos de debate no vídeo acima ou em nosso canal no Youtube.

Compartilhe