Stock Pickers

Com vacina e sem eleição nos EUA, 2021 pode ser pior que 2020?

Para Sara Delfim, gestora da Dahlia Capital, 2021 tem tudo para ser naturalmente melhor do que 2020

arrow_forwardMais sobre

Após tudo que ocorreu em 2020, o ano de 2021 terá que se “esforçar” muito para apresentar um cenário pior do que o do ano passado.

Isso é basicamente o que a Sara Delfim, da Dahlia Capital, nossa convidada do Coffee & Stocks de hoje, enxerga para o ano que está começando.

“Estamos num mundo de juros praticamente negativo em várias economias, com uma ´pancadaria´ de estímulos monetários, empresas fortalecidas e com tecnologias deflacionárias… É tanta coisa com um viés positivo que é difícil ficar negativo com a bolsa mesmo com ela perto dos 125 mil pontos”, comentou Sara.

Apesar disso, na sua visão, nos níveis atuais do Ibovespa, é preciso ser mais seletivo do que quando a bolsa está nos 80 mil pontos, pois vários ativos já subiram muito.

Clique aqui e receba nosso conteúdo toda semana no seu e-mail
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

“É preciso estudar mais para encontrar boas oportunidades no nível atual do Ibovespa, mas acredito que é possível encontrar boas oportunidades”, concluiu Sara sobre os níveis atuais da bolsa.

Weg caiu 20% em 45 dias. Por quê?

Para quem acompanha o Stock Pickers, sabe que, num papo com Sara Delfim, não poderia faltar uma pergunta sobre Weg (WEG3). Ainda mais após um movimento de queda significativo no final do ano passado.

“A empresa claramente possui excelentes vantagens e está crescendo. Mas a gente também tem que pensar no momento. Em outubro, mais ou menos, começou aquela discussão do ‘rotation’ [troca de empresas focadas em crescimento para empresas de valor]. E o que tinha subido muito na bolsa ao longo de 2020? As empresas de alto crescimento. Quando o cenário começou a melhorar, ocorreu a rotação: investidores venderam empresas caras para comprar ações mais baratas que ficaram para trás”, explicou Sara sobre o possível motivo da queda das ações da Weg.

E a Dahlia, mesmo gostando do case de Weg, também acompanhou o movimento fazendo uma leve rotação: reduziu o que já tinha subido muito para colocar na carteira o que tinha ficado para trás (bancos e commodities principalmente).

PUBLICIDADE

Acompanhe a maratona do Coffee & Stocks dessa semana no canal do Stock Pickers no YouTube.

Amanhã, às 8h, o Thiago Salomão irá conversar com Bruno Cordeiro, gestor do Kapitalo K10, fundo global macro e commodities, sobre o super ciclo de commodities e o futuro do ouro.