Stock Pickers

Bancos serão a estrela da bolsa brasileira em 2021, diz gestor da NCH

O ano de 2021 pode ser a redenção dos bancões, segundo gestor da NCH.

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

“Quem está short em bancos vai sofrer em 2021. E quem não tiver comprado eu vou ficar com dó”. A opinião é de James Gulbrandsen, fundador e gestor da NCH Capital, e mostra uma significativa mudança de percepção do gestor, tradicionalmente conhecido por ter uma visão mais “bearish” (pessimista) para os mercados.

Gulbrandsen participou de uma live com o Stock Pickers e a Manchester Investimentos nesta quarta-feira (21).

Com olhar atento sobre os ciclos do mercado, Gulbrandsen vê uma retomada expressiva da economia brasileira em 2021. “Cada ciclo bom cria a possibilidade de um ciclo ruim e vice-versa”, diz, parafraseando Howard Marks. “2020 tem sido um ano para esquecer mas eu acredito que muitas coisas boas virão em 2021”.

Para o gestor, o ritmo forte de recuperação que a economia brasileira já está conseguindo apresentar pode beneficiar os bancos, que não só tem sofrido na bolsa em 2020 como também destinaram altos níveis de provisão em seus balanços (que é quase como uma “perda esperada”) por conta da pandemia. Isso pode fazer com que os resultados mostrem forte crescimento ano que vem.

Como os bancos representam quase 30% da composição do Ibovespa, vai ser muito difícil gestores de ações conseguirem bater o benchmark se não tiverem bancos em carteira, conclui o “texano/brasileiro” James.

Confira a live clicando no play acima.